Edição nº 7287

1,5 milhão foram obrigados a deixar suas casas em Gaza
Quase metade vive hoje em instalações das Nações Unidas
Demora no resgate demonstra fracasso de diplomacia com Israel
Mesmo com todo o receio do governo brasileiro em denunciar Estado sionista, operação demorou mais de um mês para ser concluída
Mossad: a "CIA" israelense é tão sinistra quanto a dos EUA
Parte fundamental da estruturação da ditadura sionista sobre a Palestina, a agência precisa ser extinta e seus membros levados ao julgamento popular como criminosos da pior espécie
Colunistas
O esmagamento da liberdade de expressão pelo sionismo
Esquerda pequeno-burguesa dá vexame na questão palestina
O retorno dos ganhos reais nas negociações, em 2023
A luta no campo e por que devemos apoiar o Hamas
Polêmicas
Esquerda luta contra a realidade e quer que de um povo pobre, e majoritariamente islâmico, onde a fé é um fator de resistência à opressão, surja um partido de massas laico
Alberto Cantalice tenta justificar o injustificável e ainda insinua que quem defende o povo palestino quer a derrubada do governo brasileiro
Breno Altman reconhece que o Movimento de Resistência Islâmica está na vanguarda da luta, mas alega que levar suas bandeiras nas manifestações brasileiras “divide” movimento
Destaques
Apesar de ser uma obra de ficção, indica algo de extrema gravidade: a Polícia Federal está sendo controlada pelo Mossad.
Os sionistas utilizaram-se de brutal violência para expulsar cerca de 1 milhão de palestinos de suas casa, impedindo-os até de levar seus pertences pessoais.
Ministro de Israel proibiu hastear a bandeira da palestina na Jerusalém ocupada, comparando o país com terroristas e nazistas
Crise causada pela política genocida de Israel já chegou à Casa Branca
A Liga Anti-difamação, ONG sionista que se ocupa em difamar e perseguir aqueles que lutam contra o sionismo, conta como antissemitismo os protestos a favor da Palestina
Artigos Secundários
Exército de Israel executou três palestinos no dia 12 de janeiro
“O Zelensky está sendo empurrado pelas potências hegemônicas, da Europa e dos EUA, a aceitar uma proposta de paz com a Rússia”
Na banca da organização trotskista, também foram vendidas bandeiras e botons do Hamas, adesivos pelo fim do genocídio do povo palestino e cartazes pelo fim de Israel
Segundo tem sido dito nas redes sociais, essa seria uma das maiores manifestações da história da cidade
Rui Costa Pimenta e Cmte. Robinson Farinazzo falam sobre declaração de combatente do Hamas
Cidades como Jenin ou campos tais como Dheisheh estão sendo atacados diuturnamente por tropas sionistas de Israel, vitimando civis e principalmente jovens
Em um cenário de tragédias e brutalidades, adentramos o sombrio capítulo de 2023 na Palestina
Campo de refugiados de Jenin é cenário rotineiro do massacre de palestinos desde 1948
Podemos ver que o genocídio do povo palestino nunca parou e somente se intensificou desde o dia 7 de outubro quando o Hamas resolveu reagir
“Os soldados vieram e jogaram spray de pimenta no meu rosto e me tiraram do carro, não sei o que aconteceu depois disso, descobri pelo meu tio que meu pai tinha sido morto”
Nada vai parar a carnificina em Gaza senão a ação dos trabalhadores de todo mundo, como feito pelos trabalhadores da Bélgica, impedindo o embarque de armas para Israel
Não foi o Hamas quem começou a guerra: Israel já estava assassinando o povo palestino
O músico disse que esteve no Líbano duas vezes para tocar
A polícia metropolitana de Londres, onde houve um ato gigantesco em defesa da Palestina, está perseguindo manifestantes por meio das redes sociais.
A liberdade de expressão é fundamental na organização e luta da classe trabalhadora, todo apoio ao PCO pelo direito irrestrito à liberdade de expressão”
O músico Roger Waters, da banda inglesa Pink Floyd, mais uma vez sofreu assédio dos sionistas. Ele relatou que sua reservas foram canceladas nos hotéis em Buenos Aires
A declaração do presidente do Brasil confirma que os únicos responsáveis por deixarem os brasileiros reféns eram os sionistas
Apesar de sua denúncia, Lula voltou a capitular frente ao sionismo e chamou o ataque de 7 de outubro do Hamas de “terrorista”
Na manhã do domingo (12), 32 brasileiros e seus familiares chagaram ao Egito saindo da Faixa de Gaza

Edição em PDF

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.