Por quê estou vendo anúncios no DCO?

É preciso mobilizar

Substituições de Lula não são suficientes para enfrentar golpismo

A exemplo da Venezuela, apenas com a ação das amplas massas em defesa do governo eleito, é possível derrotar os inimigos do povo


Na última semana, o presidente Lula anunciou a exoneração de 155 militares das Forças Armadas, entre soldados de baixa patente (a grande maioria), a oficiais da ativa, em decorrência das manifestações do dia 8 de janeiro que, com a organização do exército, provocaram uma desestabilização do governo eleito. Contudo, a ação mais chamativa foi a exoneração do general Julio Cesar de Arruda do Comando do Exército, um caso que serviu mais para demonstrar a fraqueza do governo perante aos militares, do qualquer feito do governo eleito.

Os principais jornais da burguesia, em especial o Estado de S.Paulo e o colunista Merval Pereira, de O Globo, destacaram a exoneração de Julio Cesar de Arruda como um grande feito do governo Lula. Contudo, os elogios devem-se a um único motivo: no lugar do general bolsonarista, Lula colocou o general Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, um homem indicado por Alexandre de Moraes e ligado à terceira-via.

Merval fala em “autoridade”, já o Estadão, indica que novas mudanças podem vir pela frente nos cargos de alta patente. Contudo, o maior problema para o governo Lula é que nenhuma destas ações serão capazes de conter qualquer avanço do golpismo por parte das Forças Armadas.

Na prática, Lula não possuí a força necessária para promover qualquer alteração verdadeira no exército. A entrada de um general da terceira via, controlado pela burguesia e ligado ao imperialismo, é uma amostra deste problema. Lula deu um passo; no entanto, algo insuficiente perante ao problema geral do golpismo das Forças Armadas.

O caso revela algo ainda mais importante: que, para confrontar as Forças Armadas, Lula não poderá depender apenas da mera ação institucional. Lula não tem as condições para isso, sendo assim, é necessário ter um programa de fato para enfrentar um possível golpe de Estado.

O caso do dia 8 de janeiro demonstrou que Lula não poderá contar com o apoio de qualquer instituição, e que o exército está conspirando ativamente para boicotar o governo. GSI, ABIN e as Forças Armadas, cooperam em conjunto para sabotar o governo eleito desde os primeiros dias.

Este setor que preparar o terreno para um eventual golpe de Estado. E para conter isso, Lula precisará ter o povo mobilizado. A exemplo da Venezuela, apenas um povo mobilizado, apenas com a ação das amplas massas em defesa do governo eleito, é que Lula poderá enfrentar a ação golpistas dos generais. Esta é a única força verdadeira que Lula possuí, e para isso é necessário agir com urgência, organizar pela CUT, PT e demais organizações populares, uma verdadeira campanha em defesa do governo Lula.

​​

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.