Comunicação sancionada

Reino Unido impõe sanções à RT, empresa e outros 12 russos

A lista negra atualizada foi publicada no site do governo britânico na manhã de quinta-feira.

─ TASS ─ O documento afirma que os ativos de Rossiya Segodnya no Reino Unido serão congelados porque a organização atua em uma área de importância estratégica para o governo russo, ou seja, informação, comunicações e tecnologia digital, e recebe apoio do governo russo

O governo britânico colocou o canal de TV russo RT (a organização autônoma sem fins lucrativos TV-Novosti), a holding de mídia Rossiya Segodnya e 12 cidadãos russos, incluindo o coronel-general Mikhail Mizintsev, chefe do Centro de Controle e Comando de Defesa Nacional, e o jornalista Sergey Brilev, em uma lista de sanções.

A lista negra atualizada foi publicada no site do governo britânico na manhã de quinta-feira.

O documento afirma que os ativos de Rossiya Segodnya no Reino Unido serão congelados porque a organização atua em uma área de importância estratégica para o governo russo, ou seja, informação, comunicações e tecnologia digital, e recebe apoio do governo russo.

As novas sanções também visam Alexander Zharov, CEO da Gazprom-Media, Alexey Nikolov, diretor administrativo da RT, Anton Anisimov, chefe da Sputnik International Broadcasting, Vladimir Maksimenko, diretor da Strategic Culture Foundation, bem como jornalistas e especialistas que cooperam com ele: Andrey Areshev, Sergey Saenko, Natalya Skorokhodova, Svetlana Zamlelova, Irina Bubnov e Anton Bespalov.

“Após a decisão da Ofcom de revogar a licença de transmissão da RT, essas sanções garantirão que a RT não seja capaz de voltar às televisões do Reino Unido”, disse o Ministério das Relações Exteriores.

Em 24 de fevereiro, o presidente russo Vladimir Putin anunciou uma operação militar especial em resposta a um pedido de ajuda dos chefes das repúblicas do Donbass. Ele enfatizou que Moscou não tinha planos de ocupar territórios ucranianos, mas pretendia desmilitarizar e desnazificar o país.

Após esta etapa, os Estados Unidos, a União Europeia, o Reino Unido e vários outros países anunciaram sanções contra pessoas físicas e jurídicas russas.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.