Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Papo furado

Quanto o TSE beneficiou o negro nas eleições de 2022?

Demagogia só serviu para aprofundar ainda mais a opressão sobre o negro


O Tribunal Superior Eleitoral, entidade que na prática funciona para tornar as eleições o mais anti democráticas possível,cercando de exigências burocráticas todos os que almejam concorrer a um cargo público, como não poderia deixar de ser, esconde sua verdadeira face por detrás da demagogia identitária.

Já no início das eleições de 2022, os jornais da burguesia noticiavam que aquele tratava se de um pleito bastante democrático pois nunca antes haviam sido visto tantos negros concorrendo a um cargo público. 

Lê se em matéria da folha de São Paulo,

Segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), das 27.667 candidaturas registradas até o momento, 13.732 são de pessoas negras, 558 a mais do que há quatro anos. É a primeira eleição geral em que há mais negros (49,6% do total de concorrentes) que brancos (48,8%) se candidatando, e eles são mais numerosos que as candidaturas brancas em 21 dos 32 partidos.”

No entanto, o que a matéria não fala explicitamente é que a esmagadora maioria desses candidatos , mais de 50%, concorriam aos cargos de deputados estadual , enquanto que no que diz respeito aos cargos majoritários como o de governador ou senador apenas cerca de 20%.

Encerradas as eleições,tivemos um saldo de 32% de negros ou pardos  eleitos( segundo auto declaração dos candidatos ao IBGE), muito abaixo do número de brancos eleitos que chegam a quase 70% .

O número de pessoas negras dentre a população brasileira é de quase 60%, o que mostra que a política de quotas não passa de uma medida cosmética para iludir os carreiristas.

A política de quotas não ajuda a democratizar as eleições, ainda que exista um percentual de candidaturas a serem preenchidas em cada partido por pessoas autodeclaradas negras ou pardas, sabe se que a distribuição dos recursos para campanha dentro dos partidos são muito desiguais e as candidaturas de pessoas negras em geral acabam relegadas a um papel marginal , ficando com pouco menos de 30% do total do fundo partidário.

É preciso que os negros e suas demandas tenham soberania dento dos partidos , o que a política de quotas não faz.

Para tornar as eleições de fato democráticas, é necessário que a fundação de partidos políticos seja democrática , seja algo simples de se fazer.

É preciso desburocratizar o registro de candidaturas e garantir a todos os partidos os mesmos recursos , para que o poder econômico não se torne o carro chefe do pleito eleitoral e todos possam de fato concorrer em igualdade de condições.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.