Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Na Análise Política da Semana

O túnel do terror da burguesia brasileira

Burguesia quer fazer terrorismo nas eleições para impulsionar a terceira-via


A semana ficou marcada por uma série de acontecimentos importantes na luta política brasileira. No entanto, o principal destaque não pode ser diferente senão a campanha em prol da “democracia” lançada pelos banqueiros como um pretexto de alavancar a candidatura de Simone Tebet da terceira-via.

Em torno de toda esta mobilização artificial criada pelos grandes capitalistas, aqueles que garantiram o tom de evento popular foi justamente a esquerda pequeno-burguesa, que em peso endossou a carta lançada pela FIESP e Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN). Em nome da defesa da “democracia” as organizações da esquerda pequeno-burguesa decidiram se somar aos maiores criminosos políticos do país, em nome da luta contra um fascista de circo, a esquerda pequeno-burguesa se juntou aos verdadeiros fascistas.

Os “democratas” com que hoje a esquerda se junta são os principais responsáveis pela fome e miséria de toda população. Todos os trabalhadores trabalham para dar dinheiro para os bancos. “O Brasil caso fosse um organismo vivo, teria um parasita maior do que ele mesmo drenando toda sua vida” destacou Rui Costa Pimenta na Análise Política da Semana realizada neste sábado. O problema central do país não é a falta de programas sociais, mas sim que o fato de grande parte do dinheiro é destinado aos bancos, criando um nível enorme de miséria e sofrimento da população.

“Os banqueiros conseguem isto graças ao fato de controlarem o Estado nacional, comprando os políticos do país (…) foram justamente esses que realizaram os atos pela ‘democracia`” afirmou Rui.

No ato realizado no Largo do São Francisco, em São Paulo, um dos principais oradores foi ninguém menos que Neca Setúbal, que com o pretexto de defender a “democracia”, reuniu a seu reboque diversos setores da esquerda pequeno-burguesa.

O eixo central das manifestações foi a defesa da urna eletrônica, que segundo a campanha da burguesia brasileira e do imperialismo, seria algo mágico, totalmente incorruptível, perfeita, sem qualquer chance de manipulação. A campanha é totalmente cínica.

Outra campanha feita pela burguesia brasileira e seguida pela esquerda é a defesa do judiciário. Um judiciário que sequer é eleito e segue diretamente e vem servindo como coluna vertebral de todo regime golpista. Um dos melhores exemplos desta ditadura é a campanha contra as chamadas “fake news”, ou seja, a criminalização da mentira. Nesta campanha inventada pelo judiciário todos aqueles que são considerados opositores, mesmo em uma pequena medida, ao regime golpista, vem sendo perseguidos.

Enquanto tudo isso ocorre, e a esquerda pequeno-burguesa coloca-se na ilusão de uma vitória garantida de Lula nas eleições, Bolsonaro está realizando um golpe eleitoral de grande escala, despejando milhões para campanhas de auxílio financeira à população, comprando o eleitorado, sobretudo, aquele mais ligado a própria base de Lula. Contudo, toda esta compra de votos foi aprovada pela mesma esquerda que hoje se lança na campanha junto aos bancos em defesa da “democracia”. A esquerda votou a favor da compra de votos ilegal de Bolsonaro por pura demagogia.

Agora as pesquisas eleitorais já apontam uma aproximação cada vez maior da candidatura de Lula. A tendência inclusive apontam para um emparelhamento das candidaturas no início da campanha eleitoral. Este é o cenário ideal para a campanha terrorista da imprensa que burguesa, com os eleitores a flor da pele, impulsionar a candidata “viável” para derrotar Bolsonaro, Simone Tebet da terceira-via.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.