Por quê estou vendo anúncios no DCO?

PEC

Mobilização da CUT por gastos sociais tem que ser real

Não adianta pressionar os parlamentares direitistas, é preciso ir às ruas


A PEC da Transição do governo Lula será votada na próxima semana e decidirá os rumos do Teto de Gastos no governo Lula. Uma das suas principais propostas é romper essa medida, que limita o investimento do Estado em diversas áreas como educação, saúde, infraestrutura, entre outros, com o dinheiro do Tesouro Nacional.

A PEC prevê cerca de R$175 bilhões em gastos fora do Teto para sustentar o novo Bolsa Família, que volta para substituir o Auxílio Brasil, programa criado por Bolsonaro para substituir o primeiro, criado no governo Lula.

Essa medida, no entanto, não é vista com bons olhos pela burguesia, uma vez que o Teto faz com que mais dinheiro se mantenha no Tesouro, dinheiro esse que, posteriormente, irá para o bolso dos banqueiros, dos capitalistas nacionais e internacionais — um fator que exemplifica isso é que cerca de metade do orçamento federal vai apenas para o pagamento de juros e para a amortização da dívida pública, ou seja, não para a população, não para o Brasil.

O plano inicial era que a PEC permitisse o furo do Teto por quatro anos — apesar disso, a falta de apoio no Congresso para a aprovação da PEC devido à sua maioria direitista fez com que alguns setores da equipe de transição procurassem propor a diminuição do período da medida de quatro para dois anos.

Agora, Lula e sua equipe estão se preparando para ter a aprovação da PEC e fazer algo que o governo não deveria precisar de autorização para fazer: investir na população.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT), assim como a presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, afirmaram que é preciso convocar a sociedade para defender a aprovação da “PEC do Bolsa Família”, como vem sendo chamada por movimentos sociais.

Segundo o presidente nacional da CUT, Sérgio Nobre, a organização já mobilizou suas bases para pressionar os parlamentares a aprovarem a PEC — o problema é como fazer isso.

Já é de conhecimento geral que a burguesia irá tentar manter o governo Lula sob o seu controle o máximo que conseguir. Por isso, também é necessário saber que somente a mobilização popular conseguirá fazer com que Lula governe para o povo.

O primeiro ponto é que Lula foi eleito pelo povo, justamente por uma grande mobilização que o entregou o terceiro mandato. Não foi a burguesia, os banqueiros ou os empresários, mas sim a população brasileira, o que faz com que o futuro presidente tenha, sim, obrigação de governar para o povo.

O segundo ponto é que, assim como foi eleito, Lula também precisará da mobilização popular para cumprir este objetivo. Um dos primeiros exemplos disso é a própria PEC, que já está sendo intensamente atacada pela burguesia e pela imprensa pelos motivos já citados. Lula, entretanto, em nenhum momento desistiu da PEC, o que atualmente a faz ir para frente apesar das pressões burguesas.

No Congresso, entretanto, isso será diferente. Agora, o povo precisa ir para as ruas para fazer com que Lula consiga efetivamente governar. Criar uma série de planos é uma coisa, passá-los por toda a burocracia e obstáculos impostos pela burguesia por dentro do aparato do Estado é outra.

Obviamente que essas medidas de nada irão resolver concretamente o problema da população. Apesar disso, sendo uma medida popular, então é necessário que haja uma mobilização verdadeira, não apenas uma “pressão” abstrata a parlamentares que não se importam nenhum pouco com o povo — é preciso fazer uma mobilização real, que de fato incomode a burguesia, que coloque a população nas ruas por medidas realmente efetivas.

A CUT, assim como o PT e outras organizações e partidos de esquerda precisam entender a gravidade da situação e que essas medidas leves como uma “pressão” são inócuas perante o planejamento da burguesia de barrar políticas a favor do povo.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.