Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Identitarismo

Mercado Pago, o demagogo da vez

A demagogia identitária com os negros serve para impedi-los de ver a saída real para a situação de miséria que está colocada pela burguesia


Para desviar o foco da crise atravessada pelo capitalismo, a burguesia vem dando destaque à política indentitária ou “identitarismo”, quando indivíduos de determinadas minorias – mulheres, negros, gays, travestis, índios, etc – têm uma ascensão social provocada pela burguesia para continuar a servir aos seus próprios interesses, é claro, os interesses do capital. A escatologia da vez foi que, em 02 de dezembro, o Mercado Pago acaba de lançar, junto com a Exame, uma plataforma de educação digital sobre empreendedorismo digital voltado à comunidade negra. Não é lindo? Um banco criando um curso exclusivo para negros onde estes irão aprender a empreender.

Finalizamos o ano de 2022 sem perspectivas de crescimento econômico e desenvolvimento social. O horizonte se torna mais tenebroso principalmente quando olhamos e percebemos que os países mais ricos e industrializados do mundo comungam desta mesma perspectiva. Economias como a norte americana enfrentam uma alta taxa de inflação que não se via há muito tempo. A Europa, além da inflação, tem uma crise energética provocada pela guerra da Ucrânia que torna o problema ainda mais desafiador.

O resultado imediato deste panorama é o acirramento da luta de classes que torna a sociedade uma “selva” cada vez mais agressiva pela sobrevivência humana, setores médios desesperados buscam refúgio na extrema-direita, a fome e o desemprego aumentam e o futuro se torna incerto.

Neste ritmo, a burguesia se vê obrigada a fazer algo para que esta convulsão seja pelo menos atenuada, medidas definitivas não podem ser implementadas pois colocam em risco a sobrevivência da própria burguesia, o jeito então é a boa e velha demagogia política.

Aí fica a pergunta: por que os negros não podem estudar em outras plataformas junto com brancos? O que será que se ensina neste curso onde só podem entrar negros? Quem foi Malcolm X ou como usar uma AK 47 contra aqueles responsáveis pela desgraça dos negros, ou seja, os capitalistas? Óbvio que não, esta não é a primeira e por enquanto não será a última farofada indentitária promovida pelos capitalistas para jogar uma nuvem de fumaça na luta de classes e esconder o real motivo da miséria não só dos negros, mas também dos brancos. Já tivemos outros exemplos como a Ambev e a Magalu.

É preciso deixar claro não só para os negros, mas para todos os trabalhadores, que os bancos e a burguesia em geral não defendem ninguém, mas apenas seus próprios interesses. Interesses estes que estão intrinsicamente relacionados com a exclusão social, miséria e falta de perspectiva do povo, concentração de renda e todos os transtornos emocionais e psicológicos que alguém pode sofrer vivendo sob a uma sociedade de tão decadente como o estágio atual do capitalismo.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.