Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Abaixo o bloqueio imperialista

Cronologia das agressões mais recentes dos EUA contra Cuba

Estado operário caribenho sofre mil e umas medidas criminosas do imperialismo norte-americano


─ Ángel Freddy Pérez Cabrera, Granma ─ Somente entre agosto de 2021 e fevereiro de 2022, esta política causou prejuízos a Cuba da ordem de 3,8 bilhões (3.806.500.00) de dólares, 49% acima do valor reportado no período anterior (janeiro-julho de 2021).

• Em janeiro, o Departamento de Estado incluiu o Banco Financiero Internacional na Lista de Entidades Restritas Cubanas.

• A North American Sugar Industries Inc. entrou com um processo contra as empresas americanas BBC Chartering LLC e DSV AIR & SEA Inc. em janeiro.

• O Departamento de Estado anunciou no início desse ano que Cuba foi colocada na Lista de Estados Patrocinadores do Terrorismo.

• Cuba foi colocada na Lista de Adversários Estrangeiros do Departamento de Comércio, em janeiro, sob a Ordem Executiva 13 873, assinada por Trump.

• O OFAC anunciou em fevereiro um acordo para evitar um processo civil com a empresa de serviços financeiros digitais BitPay, Inc (Atlanta, Geórgia). O acordo incluiu uma multa de USD 507 375.

• Biden, em fevereiro, emitiu um aviso prorrogando por um ano o estado de emergência nacional relacionado a Cuba, declarado pelo presidente William Clinton, em 1 de março de 1996.

• Hilda M. Castañedo Escalón entrou com um processo em março contra a Trafigura Trading llc (EUA), Trafigura Trading LLC (Singapura) e Trafigura Group Pte Ltd (Singapura) como suposto herdeiro e representante dos acionistas das empresas proprietárias das jazidas de Matahambre, em Pibar del Río, Cuba.

• Rancho King Inc. entrou com uma ação judicial em março contra várias empresas cubanas, alegando que os arguidos utilizam e continuam se beneficiando das propriedades confiscadas.

• Em maio, o secretário de Estado notificou ao Congresso o caso de Cuba como um país que «não coopera plenamente» com os esforços antiterroristas dos EUA.

• Em setembro, Biden assinou um memorando prorrogando por um ano a aplicação de medidas econômicas contra Cuba sob o quadro legal estabelecido pela Lei do Comércio com o Inimigo de 1917.

• A empresa alemã Brüel & Kjær Vibro Gmbh, fornecedora da tecnologia para os sistemas de monitoramento de vibração para as turbinas térmicas da União Nacional Elétrica, anunciou que não celebraria contratos com a Energoimport.

• Em outubro, o fornecedor francês CNIM informou à empresa comercial Devexport que não poderia continuar com os contratos de peças de reposição para a usina termoelétrica Antonio Guiteras devido à regulamentação dos EUA.

• O impacto na produção e nos serviços no setor agrícola entre 2021 e 2022 gerará perdas de 270,9 milhões (270.932.307) de dólares.

• A empresa cubana Transimport fez 518 pedidos de equipamento. Recebeu apenas 9% dos pedidos.

• Um total de cem bancos estrangeiros foram identificados como estando envolvido em 261 ações de fechamento de contas e outras transações, como resultado do qual o impacto no setor bancário-financeiro foi de 260,8 milhões de dólares, um valor de 93 milhões a mais do que o reportado entre janeiro e julho de 2021.

• Dezenas de missões diplomáticas cubanas em todo o mundo perderam seu relacionamento com os bancos que tradicionalmente lhes prestam serviços devido ao medo de represálias por parte do governo norte-americano.

2022

• O banco multinacional holandês, Internationale Nederlanden Groep, decidiu em janeiro bloquear todas as doações para a delegação da Internacional Progressista que devia viajar a Cuba.

• A plataforma digital de hospedagem Airbnb Payments, Inc. teve que pagar, no início de 2022, uma multa de 91.172 dólares, imposta pelo OFAC, por aceitar pagamentos de norte-americanos que viajaram para Cuba fora das categorias autorizadas pela Casa Branca.

• Enquanto dezenas de nações, amigos e cubanos que moram no exterior mostraram sua solidariedade com Cuba após o incêndio nos depósitos de combustível em Matanzas, o bloqueio continuou dificultando a chegada da ajuda internacional ao país.

• A Associação Nacional de Amizade Itália-Cuba não pôde fazer uma transferência para a conta do Banco Financeiro Internacional, destinada a doações em caso de emergência, porque o banco BPM e a filial de Milão do Banca Etica alegaram que o BFI estava na lista de entidades sancionadas pelo Departamento de Estado dos EUA.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.