Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Luta fajuta contra o racismo

Sérgio Camargo, o racista que os identitários não querem derrubar

O combate dos identitários não é contra o poder atual, é um combate inútil contra símbolos!


Enquanto a esquerda identitária queima estátuas e faz discursos inúteis e vazios do ponto de vista da verdadeira luta de classes, o negro em nossa sociedade continua sendo dizimado nas periferias das grandes cidades e em todos os cantos desse sofrido país. Enquanto querem queimar estátuas de personagens que morreram há 300 anos ou mais e que em nada podem influir ainda na vida política e nos destinos do povo negro e pobre desse país, essa sofrida parcela da população continua tendo a possibilidade de uma vida melhor total e sistematicamente bloqueada, como sempre foi em toda a nossa história.

Ao elegerem Borba Gato, Pedro Alvares Cabral ou Pero Vaz de Caminha como inimigos públicos do país, estão esquecendo, ou mesmo negando, que os verdadeiros inimigos são pessoas como por exemplo Sérgio Camargo, o notório presidente da Fundação Palmares, famoso e polêmico pelas atrocidades que profere contra sua própria raça. Camargo, a quem podemos comparar ao Stefhen, o negro escravo da casa grande que é um verdadeiro carrasco contra os demais escravos na fazenda Candyland, do filme Django Livre, já disse coisas execráveis como: “Sou o terror dos afromimizentos, da negrada vitimista, dos pretos com coleira. Não tenho medo deles”. Sergio Camargo nada mais é do que outro dos muitos agentes bem pagos da burguesia nacional a serviço do imperialismo.

Lutar contra estátuas e não combater figuras desprezíveis como Camargo não é uma ação séria, se o que se propõem  é a busca por um caminho viável que possa resolver a situação calamitosa do negro nesse país. E por que incinerar estátuas não representa nada, nem nunca vai resolver nada dos problemas que afligem o negro no Brasil? Porque a luta dos identitários não é contra o poder atual, é uma luta inútil contra símbolos. E símbolos erroneamente eleitos como inimigos tendo como base argumentos totalmente equivocados e que não condizem com o papel real de personagens como Pedro Alvares Cabral ou Pero Vaz de Caminha na história do Brasil. É inútil combater estátuas e não combater figuras horrendas como Sergio Camargo. Não se combate racismo ou opressão sem que pelo menos se saiba quais são os verdadeiros inimigos.

Apenas colocando abaixo as bases da sociedade capitalista se poderá efetivamente resolver os problemas do racismo, da miséria e da escravidão moderna a que o negro está sujeito.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.