Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Terceira dose já

Em São Paulo internações por Covid crescem 32%

A pandemia não trouxe apenas o vírus e a morte, trouxe a miséria e o desemprego para milhões de brasileiros.

design sem nome

O ano de 2021 foi um ano marcado pela COVID-19, o epicentro foi o primeiro semestre, onde as mortes bateram recordes. Com a vacinação o número de infectados diminuiu expressivamente nos meses de setembro e outubro, porém agora entre novembro e dezembro volta aumentar os índices de infecção em todo o mundo inclusive no Brasil.

A pandemia não trouxe apenas o vírus e a morte, trouxe a miséria e o desemprego para milhões de brasileiros, como podemos observar nas ruas de todo o país com ênfase em São Paulo. Segundo um relatório da própria ONU:

Ainda estamos percebendo em vários níveis como essa pandemia está expondo as desigualdades e fragilidades. O FMI está projetando que a economia global deva contrair 3% este ano. A OIT alerta sobre o perigo imediato que 1,6 bilhão de trabalhadores no setor informal correm de terem sua subsistência destruída. Esse número representa quase metade da força de trabalho mundial. E as remessas pros países em desenvolvimento já caíram 20%. Tudo isso leva a níveis altos de pobreza. Na realidade, o Banco Mundial estima que 49 milhões de pessoas possam ser atiradas na pobreza extrema”

A população ficou entregue a própria sorte durante o pico da pandemia e na atualidade, até um auxílio parco foi retirado e reduzido de milhões de famílias. O estado mais rico da nação há muitos anos governado pelo PSDB atrasou de comprar vacina e quando comprou fez mais merchandising que imunização. A vacina já estava disponível nos finais de 2020 e começo de 2021, deveria o estado de São Paulo ter evitado muitas mortes com a vacinação.

Nas últimas semanas o número de internações de COVID-19 tem aumentado gradativamente. A média móvel na última segunda dia 20 de dezembro, a 378 por dia, diferente de duas semanas, era de 285 internações diárias, isso significa um aumento de 32,6%.

Números que preocupam, pois a variante ômicron tem aumentado os índices de contágio e desenvolvimento da doença em todo o mundo. Mais uma vez a população está entregue a própria sorte, pois os testes ainda são demorados e caros. Já existe a necessidade da terceira dose, porém tem sido executada muito morosamente. A vacinação deveria ser massiva e rápida, pois somente assim evitasse variações do vírus.

É preciso lutar contra essa política genocida de culpar os trabalhadores de sua própria situação. É preciso sair as ruas e pedir o fim do golpe que colocou Bolsonaro no poder, que assola o país com sua política neoliberal e pedir Lula Presidente por um governo dos trabalhadores da cidade e do campo.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.