Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Arthur Cesconetto Souza

Dirigente nacional do Partido da Causa Operária e da Aliança da Juventude Revolucionária. Responsável pela organização dos comitês de juventude em Santa Catarina e estudante da Universidade Federal de Santa Catarina.

Ação criminosa

Senado aprova Medida Provisória para salvar banqueiros da crise

Nenhuma empresa tem o que os bancos recebem do Estado nacional. Agora, sequer podem falir pela situação econômica, pois o governo irá tirar o dinheiro do povo para dar aos bancos


O plenário do Senado brasileiro aprovou, nesta quarta-feira (9), mais uma medida desesperada em favor dos banqueiros em meio à crise econômica internacional. Com uma nova Medida Provisória (MP) de número 1.128/2022, o Senado passa a determinar a compensação tributária para instituições financeiras que sofreram alguma perda no recebimentos dos créditos no último período. Ou seja, seu banco não lucrou o suficiente? O governo irá garantir que lucre.

Com a MP os bancos têm como objetivo reduzir as perdas e recuperar as operações inadimplidas com atraso superior a 90 dias, além de operações com pessoa jurídica em processo falimentar ou em recuperação judicial. Segundo o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), a medida criminosa do Senado tem como objetivo aumentar a oferta de crédito pelo sistema financeiro, compensando a inadimplência e a falta de recebimento dos créditos por parte dos empréstimos realizados.

Em resumo, Bezerra colocou que “se o banco empresta 100, e aquele que tomou fica inadimplente, o banco receberá ao menos 50% do que fora emprestado”, garantindo assim também, os juros as custas da máquina do Estado. A ação é tão criminosa, que até mesmos membros de partidos da burguesia declaram que “esta Casa nunca votou contra banco. Banco é um negócio melhor do que crime organizado”, segundo o senador Jorge Kajuru do Podemos.

A medida ainda por cima foi tomada com urgência, é visível o receio que as instituições financeiras têm do novo governo Lula, e a MP, mesmo que vá vigorar apenas a partir de 2025, já foi aprovada. Com isso, os bancos que vivem a crise internacional do capitalismo, com medo que falirem tal como ocorreu no estouro da crise de 2008, se firmaram como parasitar do Estado nacional, que com dinheiro público, irá garantir os lucros suficientes para os bancos continuarem funcionando no país. Uma verdadeira operação criminosa e parasitaria às custas dos trabalhadores.

Nenhuma empresa tem o que os bancos recebem do Estado nacional. Agora, sequer podem falir pela situação econômica, pois o governo irá tirar o dinheiro do povo para dar para os banqueiros se sustentarem.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.