Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Réveillon Vermelho

O fim do ano que viu a Rússia em guerra e Lula eleito presidente

Partido comemora unido as conquistas de 2022 e se prepara para um 2023 cheio de desafios


Mais um ano está chegando ao fim e o Partido da Causa Operária se prepara para celebrar as vitórias obtidas com muita luta ao longo de 2022 e se prepara para um 2023 repleto de novos desafios.

Em 2022, o PCO acompanhou pari passu os principais acontecimentos nacionais e internacionais. Nosso partido esteve na linha de frente na defesa da Rússia contra as tropas ucranianas lideradas pela OTAN e encabeçou a campanha por Lula presidente e por um governo dos trabalhadores. Travamos também uma importante luta ideológica em torno dos 200 anos da Independência do Brasil.

Causa Operária na Rússia

O conflito entre a Ucrânia alinhada com a OTAN e a Rússia estourou no fim de fevereiro. Nosso partido se levantou imediatamente em defesa da Rússia contra as provocações do governo de Volodymyr Zelensky que, impulsionado pelo imperialismo norte-americano, moveu suas forças para as proximidades da fronteira com a Rússia e intensificou a repressão à população russa na região do Donbass. 

A operação militar russa iniciada no começo deste ano foi uma resposta a anos de ataques sistemáticos das forças armadas ucranianas e, destacadamente, dos batalhões fascistas contra o povo do Donbass. As antigas províncias de Lugansk e Donetsk, que se emanciparam do controle ucraniano em 2014, sofreram durante anos os ataques e provocações de um cerco orquestrado pelo imperialismo. O reconhecimento deste fato consumado pelo governo russo, no entanto, só veio neste ano.

Num esforço para mostrar a verdade sobre a operação militar russa e a crise no Donbass, o Partido enviou dois correspondentes da sua imprensa para a Rússia. Tive o privilégio de fazer parte desta dupla junto ao companheiro Eduardo Vasco e durante quase dois meses e meio cobrimos os acontecimentos em Moscou e na República Popular de Lugansk. O trabalho realizado aí obteve grande repercussão na imprensa do partido e na imprensa internacional. Produzimos uma série de reportagens, artigos, vídeos e imagens publicados ao longo destes meses no Diário Causa Operária e na imprensa do Partido. 

Foi um sucesso total e a materialização da política correta do Partido diante de uma situação crítica em que remamos contra a maré de mentiras e calúnias contra a Rússia na imprensa burguesa mundial e, lamentavelmente, entre quase a totalidade da esquerda nacional.

Lula presidente

No segundo semestre deste ano, o PCO concentrou seus esforços na campanha por Lula presidente e por um governo dos trabalhadores. Tendo lançado a palavra de ordem já em 2020, nosso partido se colocou na vanguarda das manifestações pelo “Fora Bolsonaro” ao longo de 2021 dirigindo um chamado a toda a esquerda a atuar de maneira independente e contra a política de “frente ampla” com a direita defendida por setores como o PCdoB e o PSOL naquele ano. 

As manifestações foram derrotadas pela sabotagem interna e, ao longo de 2022, o que se viu foi a tentativa insistente de setores da esquerda pequeno-burguesa de se colocar a reboque da direita “civilizada”. Nosso partido travou um intenso combate de ideias pela independência dos trabalhadores e sua mobilização em torno da candidatura de Lula. Foi um momento importante de concentração das forças partidárias em torno a uma política acertada que permitisse o avanço da mobilização necessária para derrotar Bolsonaro e todos os golpistas.

Consideramos que a vitória de Lula no segundo turno foi uma vitória da política correta defendida pelo PCO ao longo desses últimos anos, uma vitória da mobilização dos trabalhadores que se concretizou, ainda que parcialmente e com inúmeras dificuldades, principalmente durante a campanha de Lula no segundo turno.

Em defesa do Brasil contra a política capituladora da esquerda pequeno-burguesa

O ano de 2022 foi marcado também pela comemoração dos 200 anos da Independência do Brasil. O PCO travou uma importante luta ideológica em torno da data, em defesa do País contra o sistemático ataque da imprensa burguesa e da esquerda pequeno-burguesa empenhadas em atacar o Brasil e a se colocar a reboque da ofensiva pela opressão da nação pelo imperialismo.

Além da publicação de vários artigos e a realização de palestras e programas na Causa Operária TV, o Partido iniciou um importantíssimo esforço de esclarecimento e exposição factual a respeito da história brasileira na sua Universidade Marxista. O curso apresentado pelo companheiro Rui Costa Pimenta colocou a história do Brasil sob uma perspectiva marxista, apresentando à militância e ao público em geral inscrito no curso os acontecimentos decisivos da história nacional e sua interpretação de um ponto de vista materialista, essencial à sua correta compreensão.

O curso “Brasil: uma interpretação marxista de 500 anos de história” foi dividido em quatro módulos (1. Os três primeiros séculos; 2. O império tropical; 3. República e 4. Brasil contemporâneo) e continuará no início de 2023, durante a Universidade de Férias e Acampamento da Aliança da Juventude Revolucionária.

Uma nova etapa da imprensa partidária

Por fim, o Partido lançou uma nova publicação no último trimestre deste ano. Trata-se do Dossiê Causa Operária que vem preencher uma lacuna na imprensa partidária oferecendo ao público artigos que investigam, debatem e analisam os principais acontecimentos nacionais e internacionais bem como aspectos históricos e teóricos relevantes para uma compreensão marxista da realidade.

O Dossiê, cuja segunda edição sairá agora na primeira quinzena de dezembro, está repleto de informações e representa um esforço editorial ímpar para analisar a realidade de um ponto de vista marxista e revolucionário. 

Réveillon Vermelho

Para finalizar esse ano repleto de realizações, o Partido está preparando mais uma edição da sua já tradicional festa de fim de ano. Os companheiros de todo o país celebrarão o final deste ano e o próximo que se inicia em São Paulo e em Brasília, onde participarão também com suas bandeiras da posse de Lula.

Convido a todos que venham participar da festa que será animada pela banda Revolução Permanente em São Paulo para cerrar fileiras pela última vez em 2022 e iniciar 2023 com um partido unido, forte e decidido na luta pela revolução, o governo operário e o comunismo!

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.