Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Eric Menezes

Bancário e coordenador do Coletivo de Negros João Cândido. Colunista do Diário Causa Operária. Apresenta o programa Tição, programa de preto, da Causa Operária TV.

Eleições 2022

Na Bahia o povo quer Lula! Mas, sem a direita… Nem a do PT!

Pesquisa mostra que o povo quer Lula, mas rejeita completamente a política da direita presente nos demais candidatos, inclusive no do PT

lula bahia (1)

Nesta quinta (27) foi divulgada uma pesquisa sobre as intenções de voto ao governo do Estado da Bahia. Na pesquisa foram colhidas duas informações essenciais sobre quem os entrevistados votariam para ser governador do Estado, uma com Lula apoiando Jaques Wagner (PT) e outra sem a referência do seu apoio. E os resultados são completamente diferentes.

Com o apoio de Lula a Wagner, suas intenções de voto são de 46%, contra 33% de ACM Neto (DEM). Sem a presença de Lula no questionamento Wagner cai 17% e ACM sobe para 52%. A pesquisa ainda mostra João Roma (Republicanos) chegando a 11%, no cenário com Lula, apoiado pelo presidente ilegítimo Jair Bolsonaro.

Antes de ir ao “prato principal” da temática, faço a advertência de praxe: pesquisas eleitorais encomendadas por setores da burguesia, são sempre manipuladas em algum grau e, principalmente, não refletem a real opinião das pessoas, mesmo de apenas um setor, por vários motivos, que dizem mais respeito à política eleitoral e respeito aos direitos democráticos.

Não é o apoio de Lula, mas o que ele representa

A pesquisa reflete, mesmo que de forma parcial, uma realidade nacional sobre um apoio massivo da população ao ex-presidente Lula. Mas, indo além do que a imprensa burguesa divulga de que “há uma popularidade que o presidente transfere para o seu candidato” ou outras conclusões secundárias.

O importante aqui é que a presença de Lula mostra o que ele representa para a população, diferente de qualquer um dos outros candidatos, mesmo o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT). Lula representa para a classe trabalhadora e, até mesmo para vários setores de classe média, uma chance real de que haja o retorno de uma política que fez o país crescer, as pessoas pobres terem algumas oportunidades, terem empregos, de poderem viver um pouco melhor etc. Ou seja, representa a única chance real de retorno a uma política que beneficiou em alguma medida a amplos setores da sociedade.

Isso justifica de forma mais clara que a há uma grande expectativa com Lula e a possibilidade de um futuro governo seu mudar os rumos da política nacional e local.

O povo não quer a política da direita

Entretanto, o fato mais importante que esta pesquisa mostra, assim como outras que vem sendo feitas com a presença de Lula, é que a rejeição da população, principalmente da classe trabalhadora, à política da direita. A política de privatizações, de destruição neoliberal, de demissões, de cortes de salário, de inflação generalizada por conta da extrema especulação nos mercados etc.

Na pesquisa mostra-se a rejeição em altos níveis de praticamente todos os candidatos 42% para João Roma, 40% para Marcos Mendes (PSOL), 36% para Wagner e 24% para ACM Neto. Ter rejeição para candidatos da direita é, de certa forma, natural pois a direita é naturalmente impopular e vence eleições pela força do capital. Já para os candidatos de “esquerda” M. Mendes e Wagner mostra como para a população estes não representam nenhuma diferença dos candidatos e, principalmente, para apresentar uma política que se diferencie da direita.

O PSOL desde seu início já representa uma política voltada a setores pequeno-burgueses e, por conta disso, mais atrelado à política da direita como defender políticas do imperialismo, defender o aumento da repressão e cerceamento de direitos democráticos e fazer amplo uso da política identitária, seguindo novamente o imperialismo.

Já o candidato do PT, Jaques Wagner, de certa forma pode surpreender a muitas pessoas, os números de sua rejeição e a perda de interesse do eleitorado quando seu nome não está ligado ao ex-presidente Lula. Entretanto, para a classe trabalhadora baiana a situação é bem clara. Wagner representa a continuidade da política de Rui Costa. Política marcada por ser praticamente idêntica à política da direita, basta comparar com outros Estados. Rui Costa neste dois mandatos, fez privatizações de empresas públicas, realizou reformas previdenciárias e administrativas, manteve o funcionalismo sem reajuste salarial, fez demagogia com a polícia concedendo aumento e benesses não dadas ao resto do funcionalismo, estancou a realização de concursos públicos, fechou escolas, fechou hospitais e, para isso, sempre buscou atender os interesses dos setores econômicos mais poderosos do Estado.

Política que, aliás, foi inaugurada pelo próprio Wagner e seu “pupilo” Rui Costa, aperfeiçoou. Uma política que não se diferencia em nada da do golpista ACM Neto, parceiro de Jair Bolsonaro, exceto pelo discurso, pela propaganda, poderíamos trocar um pelo outro, sem troco. Essa é a chamada direita do PT, aquela inclusive, que segurou a militância do partido a luta contra o golpe, justificando que era preciso “respeitar as instituições” e virar a página do golpe, aquela que nada fez para libertar Lula da prisão, que quis que Lula se aposentasse e não fosse mais candidato etc.

Ou seja, mesmo que não confiemos integralmente nestas pesquisas eleitorais, o conjunto delas mostram que Lula é a única opção para população para realmente ter uma saída dessa política de destruição da economia nacional e que os outros candidatos da direita ou da esquerda (pequeno-burguesa) não são diferentes e farão a mesma coisa dos que aí estão e já estão desgastados e rejeitados.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.