Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Imperialismo

EUA preparam golpe contra Xiomara de Castro em Honduras

Esta semana, governo Biden exigiu a extradição do ex-presidente do país, uma preparação para um possível golpe contra Xiomara


 

Os EUA estão promovendo uma verdadeira caça às bruxas a presidentes e ex-presidentes na América Latina. Depois de vitimar Lula, Rafael Correa, Evo Morales, todos nacionalistas, agora é a vez do ex-presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, alinhado ao imperialismo e que participou do golpe de Estado contra Manuel Zelaya, com participação da embaixada americana.

O governo americano pede a extradição do ex-presidente que foi acusado na Corte de Nova Iorque de envolvimento com o narcotráfico. Seu irmão, o ex-deputado Tony Hernandez, já cumpre pena perpétua nos EUA pela mesma acusação, conforme matéria do jornal golpista Folha de S.Paulo.

O chefe de diplomacia americana, Antony Blinken, declarou que o ex-presidente havia sido incluído na lista de acusados de corrupção ou de minar a democracia em El Salvador, Guatemala e Honduras. E que observou que “em relatos confiáveis da imprensa” ele teria significativo envolvimento no tráfico de drogas e corrupção e teria utilizado os recursos nas campanhas políticas. O ex-presidente nega as acusações, e diz que isso é represália dos traficantes que seu governo capturou e enviou para os EUA.

A extradição de cidadãos hondurenhos é permitida para responder processos de corrupção e terrorismo em outros países depois da alteração da Constituição, permitindo a extradição e que foi aprovada no governo do próprio Hernández.

A atual presidente Xiomara de Castro foi eleita por meio da mobilização popular contra o imperialismo e seus planos golpistas. Ela se elegeu depois de três mandatos do Partido Nacional, principal beneficiário do golpe, de Pepe Lobo, e dois mandatos do ex-presidente Hernández.

Hernández que está sendo descartado pelos EUA, depois de colaborar com a deposição, por golpe de Estado em 27 de janeiro de 2010, contra Manuel Zelaya, contou como apoiadores amplos setores das igrejas católicas, protestantes e de milícias privadas.

Seu governo, marcado por inúmeros casos de violência contra movimentos sociais, como o assassinato de Berta Cácerez em 2016, e tantos outros, de envolvimento com tráfico de drogas, e o alinhamento incondicional à politica dos norte americanos, resultou no favorecimento à eleição de Xiomara, contra os interesses imperialistas dos EUA.

Desde então, diversas denúncias vieram à tona de uma tentativa de desestabilização de seu governo por parte dos EUA. Agora, o imperialismo exigiu a prisão do ex-presidente que foi, inclusive, apoiado por ele.

O processo é muito parecido com o caso do Panamá em dezembro de 1989, que resultou na invasão por tropas dos EUA ao país, como sempre com a acusação de envolvimento no narcotráfico e ser “ditador”.

Este é ainda mais grave pela alegação de tráfico de drogas, um clássico mecanismo do imperialismo para perseguir pessoas em outros países. Ou seja, é o estabelecimento de mais um precedente para, no futuro, atacar Xiomara.

É a velha maneira americana, jogam uma isca para pegar o primeiro peixe, e depois como  vários outros são atraídos pela isca, passam a rede e pegam todos de uma vez. Ou dito de outra maneira, depois de abrir a porteira para passar um boi, passam toda a boiada. Fica o alerta para os incautos que defendem o cancelamento de uns e depois serão todos condenados pela mesma política.

Com a “decretação” de prisão do ex-presidente Juan Orlando Hernández, que possivelmente será condenado pela inquisição americana, com a justificação de ser um expurgo de corruptos e antidemocráticos. Depois fazem o mesmo com a atual presidente Xiomara, e assim colocam no governo outro presidente do agrado e aprovado pelo estado dos EUA.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.