Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Método nazista

Desespero: usada pelo imperialismo, Cynara Menezes ataca o PCO

Cynara Menezes, quinta-coluna, utiliza método nazista de confusão e print de imagem para caluniar o PCO


Peça do imperialismo, a esquerdista antinacionalista, defensora de Biden e de Gabriel Boric, Cynara Menezes partiu para mais um de seus ataques obtusos, rasos, contra o PCO.

Desonesta, Cynara Menezes apenas capturou a foto, mas originalmente consta um vídeo onde o companheiro Rui Costa Pimenta analisou o 7 de setembro, onde toda esquerda pequeno-burguesa e jornalistas ideólogos como a “socialista morena” estavam repercutindo a tese do “golpe bolsonarista”. O que se viu foi uma convocação às famílias, ao invés da presença dos “camisas pardas”, segundo Rui Costa Pimenta, o que demonstrou o fracasso da ideologia impulsionada por ONGs e jornalistas alinhados a essa política pró-imperialista.

Rasa, Cynara Menezes tenta imputar ao PCO que se encontraria com a extrema-direita, caluniando um partido de princípios, organizado, e ideologicamente militante. Como marxistas, portanto, internacionalista, precisamos proceder à luta dos povos oprimidos de forma concreta, e a luta primeira é em território nacional contra o imperialismo. Menezes, portanto, não consegue entender quando um partido revolucionário consegue demonstrar à população em geral, o quão limita é a análise da esquerda pequeno-burguesa, que evidentemente o povo odeia.

Ao contrário de Cynara Menezes, que atua dentro de uma frente ampla com organizações imperialistas, o PCO se organiza para uma luta política e convencimento da população, não atuando de modo sectário, daí a população que rejeita a política identitária, ora ou outra compreender a luta do Partido, principalmente na defesa do território nacional.

Sobre o dia da Independência do Brasil, 7 de setembro, Cynara Menezes já teceu considerações e escreveu:

Bem a propósito, o 7 de Setembro tampouco ocorreu no dia 7 de Setembro, foi uma construção meticulosamente elaborada a posteriori pelo Visconde de Mauá para estabelecer um marco patriótico para o jovem país. Não houve Grito do Ipiranga, “Independência ou Morte” coisa nenhuma: a independência teria sido assinada no dia 2 de Setembro pela mulher dele, Leopoldina, atuando como regente interina porque o marido tinha partido com a missão de conter as insurreições país afora. Pelo gosto do próprio D. Pedro, aliás, a data oficial seria 12 de Outubro, quando foi aclamado imperador. Outra farsa, portanto.

Trata-se de um revisionismo histórico. Uma das formas do imperialismo se fortalecer é desorganizando os países por instrumentos econômicos e ideológicos. A ideia de que existe um sistema de nações no mundo é meramente uma aparência, pois toda a “cooperação internacional” é somente um vetor que leva ao poder de poucos países adiantados em desfavor dos atrasados.

Para que essa finalidade de “destruir” os países atrasados, sem aparentar que o imperialismo apareça na cena, essa responsabilidade precisa ser terceirizada, e necessita de uma ampla propaganda interna para que haja maior factibilidade. A melhor forma de fazer essa propaganda contra os países em vias de dominação é utilizando a intelectualidade, uma casta política e ideológica que trabalha para outros países de modo consciente ou inconsciente.

Jogo bolsonarista?

Cynara afirma que o PCO faz o jogo do bolsonarismo, mas com essa insinuação, por tabela, a jornalista ongueira, afirma que deveríamos continuar mentindo sobre o fracasso do golpe bolsonarista no dia 7 de setembro. Fato é que não ocorreu golpe nenhum, Bolsonaro deu demonstração de força convocando sua militância e não teve a presença de nenhum tanque, paraquedista ou camisa negra. Estaria por trás de Cynara Menezes, uma culpa enrustida por não ter ajudado na convocação da esquerda ou a jornalista apenas pretende destilar seu ódio ao um Partido revolucionário, que desmascara os interesses dessa esquerda ongueira?

Na realidade, o que Cynara tenta censurar é um partido que desmascara a política desastrosa da esquerda, cujos ideólogos vão da “socialista morena”, passando por Renato Rovai, Kiko Nogueira entre outros oportunistas, que falharam miseravelmente em suas informações. Na prática, esse pessoal, que se travestem de “jornalistas independentes”, querem que toda a política covarde da esquerda seja encoberta.

Não só não encobriremos, como o print da Cynara Menezes revela que o povo é sim suscetível à mudança, mas não vê na esquerda pequeno-burguesa, identitária e ongueira, uma orientação clara e precisa, mas uma distorção da história nacional, mentira sobre os rumos da política e articulações do tipo carreirista oportunista, como é o caso desse pessoal da Fórum e DCM entre outros veículos de esquerda progressista.

O 7 de setembro de Cynara Menezes

Um ano antes do “fracassado golpe” Cynara escrevia em seu blog:

“Neste 7 de Setembro, Bolsonaro promete dar uma demonstração de força de seu fraco governo colocando nas ruas os fanáticos que ainda acreditam nele e os cúmplices de suas bravatas golpistas –estes últimos cada vez mais endinheirados, a começar pelos generais do governo, cooptados a salários acima dos 100 mil reais por mês e privilégios sem fim. O patriotismo dos militares bolsonaristas vale ouro, literalmente. O presidente ameaça o país com um golpe, e não se sabe se fala a verdade ou se mais uma vez mente. Aconteça o que acontecer, será um 7 de Setembro com cara de 1º de Abril, no sentido 1964 de 1º de Abril. Tudo a ver com Bolsonaro, profissional da mentira e também amante desavergonhado da ditadura e da tortura.Parodiando Marx, a farsa se repete como tragédia”.

O golpe que a “analista” Cynara não aconteceu, além da jornalista da Fórum ter descaracterizado a data da independência do Brasil, o que além de ser uma falsificação da História, favorece o crescimento da direita, que dentro do simplismo nacionalista que possuem, ainda assim percebem a manipulação de figuras da esquerda pequeno-burguesa. O imperialismo recruta personagens como Cynara Menezes para esconder a miséria em países atrasados com falsos apontamentos históricos e avaliações equivocadas sobre a política.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.