Por quê estou vendo anúncios no DCO?

João Vitor Dauzaker

Membro da Direção Nacional do Partido da Causa Operária (PCO) e da Aliança da Juventude Revolucionária (AJR). Estudante de Letras na Universidade de São Paulo (USP).

Trabalho de sapa

Na falta de política, calúnias e difamações

Tática de intimidação é comum nos meios da esquerda pequeno burguesa


Nas últimas semanas, é de se reparar o aumento dos ataques ao Partido da Causa Operária. São ataques que vêm de vários lados da luta política, tanto da esquerda pequeno-burguesa, quanto da direita golpista. 

O PCO vem incomodando muita gente da burguesia golpista e também da esquerda frente amplista. Nas últimas semanas entramos em sérios debates acerca da questão da candidatura de Lula em 2022 com uma firme defesa da candidatura do petista contra a política da chamada terceira via. 

Acontece, no entanto, que esses ataques não resultam em debates honestos, onde um lado expõe seu ponto de vista para o outro argumentar contra. A luta política contra a esquerda pequeno burguesa e a direita não é assim. No público, não se trata de uma argumentação contra nossas posições, uma discussão do que estaria correto ou errado, mas se assemelha a uma histeria, um surto. 

Nos momentos de polêmicas é comum escutar que os militantes do PCO são “malucos”, “burros”, “machistas, homofóbicos”, e tudo quanto é xingamento possível. 

Existem, inclusive, outros ativistas ou mesmo parlamentares que possuem uma posição igual ou similar às nossas, no entanto, não sofrem a enxurrada de calúnias como as que nos destinam. Denotam, portanto, que o objetivo é atacar o PCO, independente da polêmica envolvida. 

Os ataques públicos são, de certa forma, simples de rebater, como a que fizemos para responder o jornalista golpista Reinaldo Azevedo. 

Ocorre, no entanto, que essa luta contra o PCO é também travada ocultamente, no boca-a-boca, ali onde não se está observando. A esquerda pequeno burguesa pela falta de uma política que não seja a mesma que a política da burguesia parte para as calúnias, difamações, mexericos, fofocas. E nesse terreno o céu é o limite para a invenção. 

Vi, por exemplo, um camarada no twitter contando que foi abordado por pessoas do PSOL, PCB e similares para – na expressão popular – tirar satisfações acerca da posição do PCO sobre os acontecimentos no Afeganistão. 

É uma tática extremamente suja, um assédio recorrente que os militantes do PCO sofrem. Não se trata de uma luta honesta, mas uma tática de assédio e intimidação dos militantes do PCO. 

Com esse camarada não funcionou, mas isso não significa que esse assédio será interrompido. Mas esse caso não é isolado, é uma tática nacional e internacional de intimidação!

Ouvi a história de uma companheira que estava sendo “avisada” por sua amiga (e que amiga!) de que as polêmicas que o PCO se envolvia eram “perigosas” e isso não era bom para a imagem dela pessoalmente. E que ela – a amiga – não sairá em fotos com o PCO. No movimento estudantil isso também é bastante comum. Os elementos da esquerda pequeno-burguesa ficam bastante de olho em quem ousar se aproximar do PCO com o objetivo de procura-los posteriormente. 

O objetivo não é ganhar essas pessoas para suas posições, para sua organização, mas “quebra-las”. Querem que a pessoa deixe de militar no PCO ou simpatizar com nossas ideias, querem atacar o PCO seja qual for a forma ou conteúdo, nos diminuir, diminuir nossa organização. 

O correto para um debate honesto deveria ser que este fosse aberto para que qualquer cidadão possa ver e tomar uma posição. Um lado expõe sua posição e o outo se contrapõe.

A direita usa a imprensa burguesa, a mesma que apoiou o golpe de Estado e a prisão de Lula para nos caluniar em grande escala. Uma certa colunista em um jornal na ultra reacionária Jovem Pan falou que o “PCO deve ter seu registro caçado”. Querem a destruição do PCO, a destruição da vanguarda operária no Brasil.

Trata-se de uma campanha organizada. A direita golpista está espumando contra o PCO. Qual o motivo? Nossa luta firme e sistemática contra o golpe de Estado e neste momento contra a terceira fase do golpe, isto é, o golpe contra a candidatura de Lula em 2022. 

A esquerda pequeno-burguesa, por sua vez, também está. A grande agitação contra o golpe da chamada frente ampla está levando os planos de certo setor da esquerda por água abaixo. 

Isso, de certa forma, mostra que estamos no caminho certo. Como disse o camarada Rafael Dantas: Atacam o PCO… ainda bem! Seria preocupante se nos elogiassem

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.