Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Campanha salarial 2019/2020

Frigoríficos têm lucros altos, para operários, nem o reajuste salarial

Lucro do JBS/Friboi pode ultrapassar os quatro bilhões

O final do ano está chegando e os trabalhadores em frigoríficos vão ficar sem ceia de natal, pois os patrões que os exploraram até a última gota de sangue, e estão festejando com caviar e faisões.

No terceiro trimestre deste ano, nos balanços divulgados pela imprensa econômica dos jornais burgueses foram apresentados números de crescimento jamais vistos, mesmo com as transações de compras de ativos, principalmente imobiliários, para desta forma, esconder o tamanho do lucro obtido até esse período.

O grupo JBS/Friboi sozinho obteve lucro, somente nos últimos três meses, de R$356,7 milhões, sem contar o trimestre que esta para encerrar, o lucro líquido da maior exploradora de trabalhadores no país é de R$ 3.648.700,00. Na última quarta-feira (18) o órgão de imprensa que procura divulgar as tendências dos capitalistas, enfatizou que, tanto a BRF – Brasil Foods, quanto a JBS/Friboi terão o que comemorar neste natal.

No entanto, nem é necessário muita analogia para saber que, com o preço da carne beirando à R$100,00 o quilograma, o resultado só pode ser esse.

Os trabalhadores que produziram para que os sanguessugas dos patrões desses frigoríficos obtivessem tamanho lucro, até agora não conseguiram fechar o acordo coletivo de seu setor de produção, principalmente porque, apesar do volume enorme de dinheiro ganho pelos patrões à custa de tamanho esforço de seus funcionários, oferecem um percentual de inflação de 2,55% enquanto que para os seus produtos, o aumento ultrapassam aos 50%, sendo que, eles mesmos estipulam quando e como quiserem esses reajustes, enquanto que os salários dos trabalhadores só são reajustados uma única vez por ano.

Neste ano já não tem mais negociações, porque os patrões já estão de férias, enquanto isso, os operários vão ter que trabalhar praticamente sem descanso, como verdadeiros escravos, aos moldes do período colonial, sem que tenham qualquer coisa para comemorar na virada do ano.

Essas são as propostas dos trabalhadores:

Os trabalhadores exigem salário mínimo de R$ 4.500,00;

Reposição de todas as perdas salariais, o que corresponde a 35%;

Cesta básica de 45 kgs;

Convênio médico gratuito para o trabalhador e toda a sua família;

Redução da jornada de trabalho para 35 horas semanais, sem redução nos salários.

Fora Bolsonaro!

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.