Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Futebol e política

Chuva não impede rachão do Zona do Agrião contra bloqueio a Cuba

A partida impulsionou a Ação entre Amigos “Vai pra Cuba 2”, contou com a presença de mais de uma dezena de simpatizantes e serviu para a confraternização entre eles

A comissão do Zona do Agrião, grupo responsável pelo programa político do Partido da Causa Operária em relação ao futebol, organizou junto aos Comitês de Luta uma atividade para impulsionar a campanha contra o bloqueio do imperialismo a Cuba nesse sábado (2). 

O embargo à ilha caribenha, realizado há mais de seis décadas pelo imperialismo norte-americano, é uma das políticas mais criminosas atualmente em curso, impedindo o país de receber diversas mercadorias e limitando sua capacidade de realizar negociações comerciais.

O resultado da política criminosa é que os Estados Unidos colocam Cuba, um país que já é pobre, em uma situação de escassez extrema, obrigando a sua população a viver em uma constante penúria. Mesmo assim, o Estado operário cubano consegue garantir o direito da totalidade da sua população a questões básicas, comprovando a eficácia de uma economia planificada pela ditadura do proletariado: o povo não passa fome, tem acesso à educação e saúde gratuitas e de qualidade, não há moradores de rua, etc.

Em defesa da Revolução Cubana e contra a política criminosa do imperialismo, o Zona do Agrião e os comitês organizaram uma partida de futebol em São Paulo. A partida serviu para impulsionar a Ação entre Amigos “Vai pra Cuba 2”, que está sorteando uma viagem a Cuba por uma semana, com estadia e dois acompanhantes.

“A atividade foi muito proveitosa, apesar da chuva que prejudicou um pouco. No partido, temos o costume de jogar futebol, chamando contatos e militantes para socializarem, porque acreditamos que o futebol é um atividade importante, principalmente no Brasil, para juntar as pessoas, mas também porque achamos que o futebol tem uma importância fundamental no país. Afinal, é o esporte da classe operária brasileira, que elevou o nível do esporte a um patamar jamais visto antes, transformando-o numa espécie de arte. Ademais, utilizamos a atividade para impulsionar nossa campanha em defesa de Cuba contra o imperialismo e a campanha dos comitês de luta, que se mostraram, nesses últimos anos, como a vanguarda da luta dos trabalhadores no Brasil. Assim, realizaremos com ainda mais frequência atividades desse tipo e convidamos todos a participar com a gente”, afirmou Juca Simonard, coordenador do Zona do Agrião.

“O futebol é sempre um momento de alegria e descontração. Como bons brasileiros, respiramos este esporte. Ainda que as pernas já não sejam como de 20 anos atrás é sempre um prazer. É importante destacar que o futebol tem um sentido político para nós do PCO, pois unifica todo nosso povo no seu entorno. Se trata da paixão dos operários de todo mundo, reinventado principalmente pelo negro brasileiro. Neste sentido, entendemos que defender o negro é também a defesa de Cuba contra ditadura dos EUA. A campanha “Vai pra Cuba 2″ financia os materiais dos Comitês de Luta e oferece a oportunidade de conhecer a cultura de um país que inspira os povos oprimidos de toda América Latina e do mundo.” Tiago Pires, do Coletivo de Negros João Cândido e militante do PCO em Araraquara.

Foi uma atividade que, apesar de ter sido esvaziada um pouco pela chuva, contou com a presença de mais de uma dezena de simpatizantes e serviu para a confraternização entre eles. O melhor, no entanto, é que serviu para divulgar a Ação entre Amigos, que foi bastante adquirida, contribuindo com o fortalecimento da vanguarda da luta contra a direita golpista, os Comitês de Luta — visto que a medida visa financiar os seus panfletos, outros materiais e suas atividades.

Ainda, serviu para auxiliar na campanha em defesa de Cuba, uma política essencial para os trabalhadores do Brasil e de todo o mundo, contra o bloqueio criminoso imposto pelo imperialismo.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.