Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Coletivo João Candido

Um importante debate sobre a luta do povo negro

Compreender a opressão é fundamental para lutar corretamente


O Coletivo de negros João Cândido promoveu, neste domingo (27), um importante e esclarecedor debate sobre uma questão candente para a luta do negro: a orientação ideológica do movimento. A luta do negro proletário e do negro pequeno burguês foi o mote da discussão.

Os debatedores, Antônio Carlos Silva, dirigente nacional do PCO, Juliano Lopes, coordenador do coletivo João Cândido e da direção nacional do PCO, com a mediação da companheira Izadora Dias, coordenadora do Coletivo João Cândido, opuseram a concepção pequeno-burguesa à compreensão científica revolucionária da questão e as implicações políticas dela decorrente.

A luta do pequeno-burguês está intimamente ligada à fé, estimulada pela burguesia e pelo imperialismo, na possibilidade de melhoria constante do regime capitalista, em franca decadência. Trata-se, portanto da luta por determinadas conquistas, que a própria burguesia seria favorável, para a melhoria do regime capitalista rumo a superação desta contradição social que é a opressão do negro. Para as massas da população negra não passa de mera ilusão difundida pelos seus próprios opressores, isto é, de que o regime dominado pela burguesia pode superar, do ponto de vista das conquistas democraticas, a questão da opressão do negro; uma maneira de jogar areia nos olhos dos oprimidos. Por outro lado, setores da pequena-burguesia negra, conscientemente ou não, veem a oportunidade de se elevar socialmente sendo veículos dessa ideologia burguesa, isto é, usam a questão para ganhos particulares, pessoais.

A questão, no entanto, destacada no debate, é que a burguesia e seu regime não são capazes de operar a verdadeira revolução democrática, que setores como os negros ficram de fora. O papel revolucionário da burguesia e do capitalismo ficou no passado, hoje constituem o muro que separa os negros e outros setores oprimidos dos direitos democraticos. Cabe a classe operária, única classe realmente revolucionário no atual momento realizar a transformação social que emancipe realmente todos os setores oprimidos.

Ainda foi destacado, a partir desta constatação, que não se trata de esperar o socialismo num futuro incerto, como pensam alguns, mas de organizar desde já, sob a base de um programa que aponte para a superação da opressão, um programa de transição, os negros para luta por reivindicações concretas, não porque se acredita que o capitalismo é possivel de ser reformado e melhorado indefinidamente, mas porque é a meneira de organizar e preparar as masss oprimidas para a luta definitiva contra os opressores, assim como impor lhes derrotas importantes pelo caminho.

Ainda foram destacados pontos programáticos importantes, por meio dos quais devemos organizar as massas negras, como a questão do armamento, da autodefesa e do fim das polícias. Outro tema candente foi o ataque sistemático que pessoas negras de destaque sofrem por parte, inclusive da esquerda pequeno-burguesa, como o caso do jogador Neymar, perseguido implacavelmente. O ataque a Neymar é estimulado pelo burguesia internacional e tem por objetivo atacar não apenas um negros, como o futebol brasileiro e todo o povo que de alguma maneira sente-se mais orgulhoso de si e de sua cor a cada lance do craque.

Você pode acompanhar o debate na íntegra abaixo, não perca!

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.