Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Vinícius Rodrigues

Militante do Partido da Causa Operária no Rio de Janeiro e membro da Direção Nacional da Aliança da Juventude Revolucionária (AJR).

Abaixo o imperialismo

Taiwan é da China e as Malvinas são Argentinas!

As Malvinas e Taiwan são bases do imperialismo para atacar as nações oprimidas da América Latina e da Ásia, é preciso defender sua reunificação com a Argentina e a China


Após a crise do imperialismo com a Rússia parece que a China será o novo foco de uma disputa territorial. A ilha de Taiwan, que pertence a China, é um protetorado dos EUA desde a Revolução de 1949 quando os contrarrevolucionários fugiram do continente e assumiram o governo da província chinesa. Sendo parte do território da China o governo tem todo o direito de retomar o controle do território controlado pelos lacaios do imperialismo. Agora que um confronto real se aproxima é certo que uma enorme setor da esquerda se colocará, como de costume, ao lado do imperialismo.

Existem muitas formas de defender o direito da China de retomar o controle de Taiwan mas aqui apenas farei uma comparação a um caso muito semelhante, o da guerra das Malvinas. As Ilhas Malvinas são um território no Atlântico Sul a cerca de 700 quilômetros da Argentina continental, 4 vezes mais distantes que Taiwan é da China. No início do século XIX a Inglaterra tomou o território da Argentina e segue o controlando até os dias de hoje, as ilhas, que tem uma população de cerca de 3mil pessoas na realidade servem como uma base militar do imperialismo inglês.

Na década de 1980 a ditadura militar Argentina decidiu em um momento de crise reconquistar o território de direito do país e iniciou uma guerra com a Inglaterra. Os trabalhadores argentinos, mesmo odiando o regime militar, apoiaram em massa o confronto contra o imperialismo. Na época se abriu uma discussão na esquerda se o correto seria ficar ao lado da ditadura argentina contra a democracia Inglesa. Essa é na realidade a posição tradicional do marxismo, não importa qual seja o regime político do país atrasado, quando este entra em confronto contra o imperialismo deve ser apoiado incondicionalmente.

A Causa Operária, na época uma corrente dentro do PT, apoiou a ação do governo argentino, em conjunto com a classe operária do país. O caso de Taiwan se assemelha ao exemplo citado, principalmente no quesito geográfico. Contudo a reivindicação da China é ainda mais embasada, a ilha sempre fez parte da China, sua população é a mesma do continente, ela foi tomada pelos contrarrevolucionários em 1949 que estabeleceram uma ditadura apoiado pelo imperialismo norte-americano. Taiwan não é nem mesmo reconhecido como um país pela maior parte da comunidade internacional.

Se no caso da Argentina a política correta era o apoio ao regime militar em sua luta contra o imperialismo inglês está mais do que claro que é preciso declarar apoio total a China caso o país de fato tome ações militares para reconquistar o seu território. A China tem uma justificativa ainda mais embasada do que a própria Rússia em suas ações militares contra a OTAN na Ucrânia visto que não há nem disputa que Taiwan não seja uma parte da China. Portanto é preciso declarar desde já: Todo apoio a China em sua luta pela unificação de seu território!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.