Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Saída segura

Rússia e forças DPR cessam quaisquer ações militares em Azovstal

O objetivo é cuidar para que as pessoas possam deixar o local em segurança


─ Sputnik News ─ A partir das 14h00 (08h00, no horário de Brasília) desta segunda-feira (25), as Forças Armadas da Rússia e as tropas da República Popular de Donetsk (RPD) cessam unilateralmente quaisquer ações militares perto da metalúrgica Azovstal em Mariupol, informa o Ministério da Defesa da Rússia.

Rússia exige que Kiev ordene aos nacionalistas “entrincheirados” na metalúrgica de Azovstal para libertarem civis que possivelmente lá estejam, disse nesta segunda-feira (25) o coronel-general Mikhail Mizintsev, diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia.

“Caso haja civis na metalúrgica exigimos decisivamente que as autoridades de Kiev emitam imediatamente a devida ordem aos comandantes de formações nacionalistas para a libertação deles [civis]”, solicitou o coronel-general. Segundo Mizintsev, esta solicitação será expressa de forma ininterrupta às formações ucranianas em Azovstal por meio de canais de rádio a cada 30 minutos.

Além disso, a Rússia informou imediatamente o lado ucraniano sobre esta questão através da vice-primeira-ministra da Ucrânia, Irina Vereshchuk.

Mizintsev informou também que o Exército russo está pronto para mais uma vez abrir um corredor humanitário para saída de civis do território da Azovstal, em Mariupol. O general explicou que a Rússia está respondendo às contínuas afirmações do lado ucraniano sobre uma suposta presença de civis no território da metalúrgica, e está pronta para abrir um corredor para a saída deles. Para isso, o lado russo está disposto a implementar o regime de “cessar-fogo” e afastar as unidades de combate para distâncias seguras.

O sinal para iniciar a ação humanitária será o levantamento de bandeiras brancas por aqueles que queiram aproveitar a oportunidade para se retirar ou se render. Não há quaisquer obstáculos para a saída de civis, a não ser pela decisão das autoridades de Kiev e dos comandantes nacionalistas de continuar a usar civis como “escudo humano”.

Na quinta-feira (21), Vladimir Putin, presidente da Rússia, ordenou parar a investida contra militares ucranianos na zona industrial de Mariupol, citando a necessidade de preservar as vidas dos soldados russos.Em 24 de fevereiro de 2022, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou o início de uma operação especial militar para “desmilitarização e desnazificação da Ucrânia”.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.