Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Adquira a sua!

Para defender a Seleção, Zona do Agrião lança sua 1ª revista

Coletivo de futebol do Partido da Causa Operária (PCO) revoluciona a sua imprensa para defender a Seleção contra os ataques da burguesia


Em tempos normais, o futebol brasileiro já é alvo de uma imensa quantidade de ataques por parte da burguesia e de seu principal meio de comunicação, a imprensa burguesa. Em tempos de Copa do Mundo, competição dominada pelo Brasil, esse tipo de campanha se intensifica ainda mais.

É com isso em mente que o Zona do Agrião, o coletivo de futebol do Partido da Causa Operária (PCO), lançou a sua mais nova empreitada: a revista Zona do Agrião. Se a burguesia, inimiga mortal do futebol brasileiro, possui um meio de divulgar a sua política reacionária, os trabalhadores devem fazer o mesmo e defender com unhas e dentes o futebol nacional.

A primeira edição, disponível em todo o Brasil, traz na capa a principal discussão que a esquerda deve travar acerca do futebol brasileiro principalmente em época de Copa. Com o título O futebol brasileiro perseguido às vésperas da Copa, a Zona do Agrião deixa claro que todo o barulho da imprensa burguesa e da esquerda pequeno-burguesa em relação à Seleção não passa de uma perseguição. Perseguição que visa, fundamentalmente, atacar e desmoralizar a cultura da classe operária nacional, que tem, no futebol, um dos maiores símbolos de sua cultura.

Além disso, o número também possui matérias históricas sobre as Copas, colunas desportivas, denúncias dos ataques ao Neymar e, se ainda não foi o suficiente, um pôster no centro da revista. Trata-se de uma publicação completa no que diz respeito aos principais elementos do futebol, tanto de um ponto de vista técnico, quanto de um ponto de vista político.

Veja a capa:

Para adquirir o seu próprio exemplar, basta entrar em contato com o companheiro Henrique Áreas pelo número (11) 95106-0007 ou com o companheiro Juliano Lopes pelo número (11) 95456-9764. Ambos são apresentadores do programa do Zona do Agrião na Causa Operária TV e responsáveis por garantir que a sua revista chegue até as suas mãos.

Os companheiros que estão em São Paulo podem adquirir a sua revista em mãos diretamente do novo Centro Cultural Benjamin Péret, que fica na Rua Conselheiro Crispiniano, n° 73. Todos os dias que o Brasil entra em campo, os militantes do PCO lá se reúnem para acompanhar a Seleção Canarinha em uma festa regada a cerveja, chopp e muita emoção.

Por fim, buscando levar a política revolucionária acerca do futebol para as massas, o Zona do Agrião também lançou um novo panfleto que coloca a tarefa da ordem do dia: defender incondicionalmente a Seleção Brasileira.

Confira logo abaixo na íntegra:

O futebol brasileiro, além de parte fundamental da cultura nacional, é representante dos povos oprimidos de todo o mundo. É em campo que a Seleção, carregando o manto verde e amarelo, fica cara a cara com os países mais ricos do mundo que, quando o assunto é o futebol, simplesmente não conseguem competir com o Brasil.

Portanto, é dever de todos os setores que se dizem defensores dos trabalhadores defenderem a seleção brasileira contra o imperialismo. Tal embate mostra uma luta política que, através do esporte, levanta a moral da classe operária de todo o mundo contra os seus carrascos que, na força, tentam mantê-la de cabeça baixa. No futebol não é assim, e o Brasil provará mais uma vez o seu tamanho trazendo o Hexa para o povo brasileiro.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.