Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Demissões no BB

PAQ no BB foi para atacar, mais uma vez, os trabalhadores

O banco vêm aplicando planos de enxugamento do quadro de funcionários da empresa e, com isso, abre-se a possibilidade de aumentar a contratação de terceirizados


O processo de reestruturação implantada pela direção do Banco do Brasil, além do fechamento de 355 agências bancárias somente no ano de 2021 e, também, de diversos setores administrativos; teve como consequência o redimensionamento em unidades táticas, nas áreas de apoio e na rede. Além de afetar diretamente os funcionários escriturários, caixas e comissionados, essa “reforma” tem como consequência direta o rebaixamento salarial, a transferência de funcionários para outras localidades compulsoriamente, a perda de cargo e outras medidas.

O banco lançou, no bojo da famigerada reestruturação, entre os dias 7 a 25 de março, mais um Plano de Adequação de Quadros (PAQ), tendo como meta demitir 315 funcionários com a “eliminação” dessa mesma quantidade de postos de trabalho.

O plano estava mais para “Plano de Aterrorizar o Quadro” de funcionários que, em linhas gerais, consistiu em “reorganizar” as unidades onde houveram alterações de dotações em relação à movimentação de pessoal. As adesões dos funcionários só seriam validadas em cargos ou funções em unidades com excesso e, nesse processo, o banco ofereceu um “incentivo” através de indenização pecuniária.

Com o Plano, o que se verificou nas dependências, alvo dos ataques da direção do banco, foi um verdadeiro clima de desespero entre os funcionários, justamente como consequência do terrorismo feito pelos chefetes, puxas sacos dos patrões, com ameaças de que se o funcionário elegível não aderisse ao plano de desligamento, estaria sujeito a, além de perder o cargo na dependência, perder a sua função em cargo comissionado, ou seja, rebaixamento salarial, transferência compulsória para agências de varejo, ou demais consequências arbitrárias do banco para com esses funcionários.

O governo golpista de Bolsonaro e seus prepostos na direção do banco vêm sistematicamente aplicando planos de enxugamento do quadro de funcionários da empresa e, com isso, abre-se a possibilidade de aumentar a contratação de terceirizados, o que favorece a privatização da empresa.

A reestruturação, pela qual passa o banco, é mais uma medida da direita golpista de ataques contra os trabalhadores. Nesse sentido, o PAQ não passa de uma forma de aumentar a tensão entre os trabalhadores, uma medida terrorista contra aqueles que se dedicam em prol de uma instituição que é um patrimônio do povo brasileiro.

Os trabalhadores do BB e suas organizações devem organizar, imediatamente, uma gigantesca mobilização contra os ataques da direita golpista que está entregando o país para meia dúzia de banqueiros e capitalistas parasitas que vivem às custas da exploração dos trabalhadores. Finalmente, esta luta só será verdadeiramente completa no momento em que incluir as palavras de ordem do Fora Bolsonaro e, acima disso, Lula Presidente.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.