Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Lula

Os movimentos que devem intervir nas decisões de Lula, não o PIG

"o presidente precisa fazer isso" , "Lula não deve fazer aquilo"; Lula precisa escutar o povo, e não a burguesia


Com o advento da eleição de Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de 2022, foi possível verificar na imprensa burguesa um aumento das matérias opinativas desses veículos em relação ao próximo governo de Lula.

Como uma professora do ensino fundamental, os grandes meio de comunicação, nomeados como o Partido da Imprensa Golpista (PIG) pelo jornalista Paulo Henrique Amorim, se sentem no direito de mandar Lula realizar determinados projetos que, no fim das contas, servem à burguesia, pintando essas ações como coisas necessárias para um governo popular e ideal de Lula.

“Lula precisa escolher logo seu ministro da economia”, “Lula precisa dialogar com o mercado o mais rápido possível”, “Lula precisa ter plano para compensar aumento de gasto que prometeu”, “Como Lula deve enfrentar desafio do antipetismo em seu 3º mandato”, “Lula precisa de governo amplo e mais à direita”, “Alckmin, Tebet, Meirelles, Marina: quem deve fazer parte do governo de Lula” — os exemplos acima foram retirados de portais como Folha de SP, Estadão, UOL, entre outros, e demonstram a pretensão desses veículos de tentar ditar o que o presidente precisaria fazer para ter êxito em seu governo.

É evidente que uma tentativa dessas é um absurdo. A imprensa capitalista é a voz da burguesia, portanto, é evidente que apresenta suas vontades quanto ao governo Lula, ou seja, apresenta os desejos dos grandes capitalistas para que se possa negociar com o novo governo, ditando o que esse precisa ou não fazer perante a atual situação crítica brasileira.

A questão é que os únicos que devem efetivamente ser escutados pelo presidente é a população. O povo organizado é o único que tem o direito de exigir alguma decisão, alguma medida vinda do presidente, ainda mais de um presidente popular e com antigo histórico dentro dos movimentos populares.

Lula deve garantir que, em vez de garantir as vontades do PIG, irá atender as reivindicações dos estudantes, da CUT, dos sindicatos, dos trabalhadores, das favelas — do povo. A população de fato não tem acesso à grande imprensa, e, portanto, não pode expressar suas vontades com ela. 

Nesse sentido, os movimentos sociais atrelados a cada uma dessas categorias na sociedade precisam se organizar para mobilizar o povo e então intervir nas decisões de Lula. Somente a população deve ter esse poder e, além disso, os movimentos devem se organizar para que isso de fato aconteça.

Como visto com as declarações na imprensa burguesa do que Lula deve ou não fazer, os grandes capitalistas se preparam para manter Lula nas rédeas e, provavelmente, ir contra sua política. A população precisa, neste cenário, estar organizada e preparada para defender o governo, indo às ruas para que suas reivindicações sejam atendidas e para que o governo Lula não seja sabotado ou manipulado.

Estamos em um momento de alta polarização o que torna tudo isso ainda mais necessário. É preciso organizar a população para fazer isto que a imprensa vem fazendo, ou seja, exigir de Lula que ele cumpra a política em favor do povo e não ouça os grandes meios de comunicação.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.