Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Contra a privatização

Lula: “Petrobras não será fatiada, BB e Caixa não serão vendidos”

"Quem já nasce com asfalto, luz elétrica, água encanada, não tem noção do que é fazer política para o povo pobre deste país, do que uma cisterna representa."


Hoje (10), pela manhã, o Presidente Lula discursou para seus aliados políticos acerca de um Brasil para os mais pobres e voltados para o Estado Brasileiro. Que não será só o “teto de gatos” e atenta para compromissos com previsibilidades e metas de crescimento.

Enfatizou que bancos públicos voltarão a ser bancos de investimento para pequenos e médios investidores e que Petrobrás não será “fatiada” e reiterou que Banco do Brasil e a Caixa Econômica não serão privatizados.

“As empresas públicas brasileiras serão respeitadas. A Petrobras não será fatiada, o BB e a Caixa não serão privatizados”, assegurou. “O BNDES, o BNB e o Basa voltarão a ser bancos de investimentos para pequenos e médios investidores.”

O presidente eleito voltou a criticar a política de pagamento de dividendos a acionistas da Petrobras. Segundo ele, os pagamentos deixam a estatal sem dinheiro para investimentos.

Se emocionou ao falar da fome e criticou o atual presidente Jair Bolsonaro dizendo que “ele devia perdir desculpas ao povo brasileiro”. Destacou um importante ponto que o país perdeu neste governo obscuro, Lula prentende articular negócios e parcerias com outros países e colocar o Brasil novamente no pleno desenvolvimento e integração internacional.

Questionado sobre a aprovação da PEC que vai dar recusrsos para suas propostas ele declarou: “Nós temos que garantir uma política fiscal muito séria porque é preciso pagar os juros como sistema financeiro. (…) Ninguém pode dizer que nesse país tem alguém mais responsável do que eu [com a responsabilidade fiscal]”, afirmou.

Lula reitera que a responsabilidade fiscal não pode ignorar a os que ganham menos: “Parece pouco, mas a reforma da Previdência fez com que um trabalhador que podia receber R$ 2 mil agora receba R$ 1,3 mil”, disse. “Por que as pessoas são obrigadas a sofrer para garantir a tal da responsabilidade fiscal deste país? Por que toda hora falam que é preciso cortar gastos, é preciso fazer superávit, é preciso cumprir teto de gastos?”.

“Além de estabelecer meta de inflação, o país precisa ter metas de crescimento e atender a questão social.” completou.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.