Por quê estou vendo anúncios no DCO?

No Twitter

Jovens ironizam nível de dificuldade absurdo da Fuvest

Vestibular contou com perguntas de química em inglês e textos em italiano, além, é claro, do clássico identitarismo dos vestibulares atuais


Na tarde deste domingo (04), ocorreu, em São Paulo, a primeira fase do vestibular da Fundação Universitária para o Vestibular, a Fuvest. Após a prova, principal forma de ingresso na Universidade de São Paulo (USP) internautas se reuniram no Twitter para ironizar a dificuldade do exame.

A principal queixa da maioria dos jovens foi em relação a duas questões: uma que cobrava química na língua inglesa, e outra que trazia um texto em italiano.

Além disso, estudantes ressaltaram a demagogia do exame em relação ao identitarismo por meio de memes. Afinal, a prova abordou temas como questões de “gênero” e a difusão do termo “colaborador”, ao invés de funcionário, à luz de um texto de Jessé Souza. Questões que, no final, servem para mascarar a verdadeira luta dos povos oprimidos, a luta pelo fim do imperialismo.

Apesar do humor exposto nos comentários dos jovens que prestaram o vestibular, prova-se mais uma vez que, na realidade, o vestibular é feito para que o menor número de pessoas consiga passar. A própria taxa de inscrição mostra isso – custando cerca de 190 reais, representa mais de 15% do salário mínimo.

Finalmente, a burguesia não quer gastar com a juventude e, consequentemente, sucateia as universidades públicas diminuindo cada vez mais o número de vagas disponível.

Nesse sentido, precisam do vestibular para impedir que um grande número de pessoas passe e, consequentemente, excluir a necessidade de mais investimento na educação visando a criação de vagas.

A juventude deve lutar pelo fim de toda e qualquer forma de vestibular. As universidades devem ser de livre ingresso, para que os filhos dos trabalhadores, independente de sua educação, possam buscar uma educação superior se quiserem.

O contrário representa um ataque à classe operária que intensifica ainda mais a desigualdade social no País, expulsando os trabalhadores de ambientes acadêmicos.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.