Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Yanomamis

Imperialismo usa morte de indígenas para atacar Venezuela

Após morte de indígenas na Venezuela, imperialismo e suas ONG`s de "direitos humanos" atacam governo venezuelano


A Organização não governamental PROVEA que atua dentro do território venezuelano e se dedica a “combater a exploração dos direitos humanos“ vem, na verdade, atuando para promover a desestabilização do governo nacionalista e anti-imperialista de Nicolas Maduro.

Mais recentemente, a ONG empenhou esforços para denunciar a atuação de militares venezuelanos que teriam assassinado quatro indígenas yanomami na fronteira com o Estado do Amazonas no sul do país.

Segundo o dirigente da entidade, Miguel Rodriguez, no último domingo houve um confronto entre indígenas Yanomami e militares da Aviação Militar Venezuelana, atribuídos à Base de Segurança Fronteiriça de Parima B, no qual teriam sido vítimas os quatro indígenas. Denunciou, ainda, que um quinto indígena teria ficado ferido e sido levado ao hospital.

A organização publicou em seu portal que instou as autoridades venezuelanas a esclarecer urgentemente o ocorrido, bem como a atuar para punição dos responsáveis cumprindo de forma rigorosa, dessa forma, os compromissos do Estado venezuelano no acordo amistoso assinado perante a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

Disse ainda que o aumento das tensões entre indígenas e as forças militares tem aumentado devido “ao crescimento exponencial da mineração ilegal nos estados do Amazonas e Bolívar, que foi alimentado pelo megaprojeto do Arco Mineiro do Orinoco”.

O grande responsável pelo aumento da violência contra os indígenas, segundo a ONG, teria sido o decreto no. 2.248, sancionado em 2013 pelo presidente Nicolás Maduro, por meio do qual foi criada a chamada Zona Especial de Desenvolvimento Estratégico do Arco Mineiro do Orinoco, megaprojeto de mineração que ocorre na margem sul do rio Orinoco entre os estados de Bolívar e Amazonas. O projeto teria sido implementado “sem respeitar o direito à consulta prévia, livre e informada dos povos indígenas afetados e sem nenhum tipo de estudo de impacto ambiental”.

Por fim, a ONG acusa as forças armadas bolivarianas de uso excessivo da força para conter os indígenas na região.

A organização não governamental PROVEA junto com ONGs imperialistas como a Human Rights Watch atua já há muito tempo denunciando supostos abusos cometidos por parte do governo bolivariano da Venezuela contra os índios da região. Pura demagogia por parte dessas organizações não governamentais que são, inclusive, já bastante conhecidas tanto lá como em todas as partes do mundo por atuarem com foco na desestabilização de governos anti-imperialistas.

Curiosamente, essas ONGs não denunciam a própria atuação do imperialismo no bloqueio econômico que prejudica  profundamente os índios e toda a população da Venezuela, assim como também não denuncia a subida ao poder de governos como o de Jair Bolsonaro, no Brasil, que notoriamente incentivou e financiou a atividade de grileiros de terras na Amazônia.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.