Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Farsa

DF: escola suspende aulas após surto de covid

Vê-se claramente o resultado da volta às aulas presenciais: um verdadeiro extermínio da juventude


Nem bem começaram as aulas no Distrito Federal, e já há escolas fechadas por surto de COVID-19.

No Distrito Federal, as aulas começaram no dia 14 de fevereiro de 2022 na rede pública, e no dia 10 de fevereiro nas parceiras e Centros de Ensino em Período Integral (CEPIs). A semana pedagógica foi de 7 a 11 de fevereiro, esse é o período em que os professores se reúnem para fazer o planejamento de aulas, e não há a presença de estudantes. No dia 15 de fevereiro, seis professores do Centro de Ensino Médio (CEM) 10 de Ceilândia foram diagnosticados com o novo coronavírus. A fim de evitar mais contaminações, a escola suspendeu as aulas presenciais voltando às aulas no modelo remoto no dia 14, enquanto os outros servidores aguardam o resultado dos testes. Na tarde do dia 15, a escola recebeu a vigilância epidemiológica para avaliar se é um surto de Covid, e no dia 14 a escola passou por uma desinfecção. 

A população de Brasília é de 3.052.546 milhões de pessoas, e tem 664.370 mil casos confirmados de Covid, 616.103 mil casos recuperados e 11.304 mil mortos. Em relação à vacinação, até o momento 2.455.460 milhões receberam a 1ª dose; 2.196.500 receberam a 2ª dose, 837.921 pessoas receberam a dose de reforço; 10.865 receberam a dose adicional e 58.420 receberam a dose única. Em termos percentuais, a primeira dose entre pessoas de 5 anos ou mais é de 86,26%, e na população em geral é de 80,44%. A segunda dose ou dose única entre pessoas de 5 anos ou mais é de 79,21%, e na população em geral é de 73,87%. A média dos últimos sete dias caiu, no entanto a previsão de novos casos para os próximos 10 dias aumentou de 54.000 para 56.000. No Brasil nas últimas 24h foram registrados 909 mortes, sendo que a média móvel está acima das 800 mortes por dia nos últimos oito dias. 

O Diário Causa Operária vem nos últimos dois anos, isto é, desde o início da pandemia, denunciando que  às aulas presenciais só geram o extermínio do povo trabalhador brasileiro. As aulas nem bem começaram e vemos prognósticos de aumentar ainda mais os casos de COVID-19 e consequentemente as mortes. Em relação às crianças, a Covid19 já matou mais de 1.400 crianças de zero a 11 anos no Brasil e deixou outras milhares com sequelas. Uma das principais doenças provocadas pela covid19  que afetam e levam a morte de crianças abaixo de 3 anos, é uma síndrome que afeta o coração. 

O ocorrido no Distrito Federal é exemplo de que não é hora de voltar as aulas presenciais, a burguesia não dá a mínima para as mortes, o que lhes preocupa são suas perdas econômicas, e a briga pelas aulas presenciais sempre foram por esse motivo, recuperar o dinheiro perdido no período de “lockdown”. É importante pontuar que outro ataque à educação e ao povo trabalhador são as aulas remotas, ou  EADs. São uma farsa, crianças e adolescentes pobres não têm recursos de computadores e redes de internet para acompanhar as aulas, as próprias aulas são farsas. Os professores denunciam o tempo todo. Mas o interesse por uma educação verdadeiramente transformadora, não existe no capitalismo. 

A única forma de combater toda essa decadência, é seguir os exemplos de alguns municípios pelo Brasil em que os professores estão declarando greve. É preciso que os diversos setores se organizem em  uma greve geral pelo Fora Bolsonaro e Lula Presidente!

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.