Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Um novo golpe

Contra a fraude, é preciso ir às ruas

É hora de abandonar a política de alianças com a direita, é preciso sair às ruas chamar os trabalhadores a apoiar Lula.


Restam nove dias para o fim do segundo turno das eleições, e Bolsonaro entrou de cabeça na política de compra de votos desenfreada, visando ultrapassar Lula na acirrada disputa eleitoral. Os relatos de trabalhadores sendo forçados por seus patrões a votarem em Bolsonaro se multiplicam. O atual presidente se utiliza da velha política dos partidos tradicionais da direita, cooptando funcionários e utilizando a maquina pública, em conjunto com prefeitos e governadores, contra Lula e os trabalhadores.

Em diversas oportunidades, durante a campanha eleitoral, sobretudo neste segundo turno pude me deparar diretamente com este problema. Seja com os trabalhadores do comércio em Florianópolis, ou nas duas oportunidades que tive de conversar com os mais diversos trabalhadores de diferentes supermercados em Porto Alegre, a aceitação da campanha por Lula Presidente se dava praticamente de maneira clandestina. Como regra, a maioria que em seus locais de trabalho aceitavam os panfletos tratavam de fazer sem muito alarde e em muitos casos explicavam que o “patrão não deixa”, em referência ao voto em Lula.

Num destes mercados, uma trabalhadora de caixa afirmou “o patrão pediu para escolher, ou o trabalho, ou Lula”. O relato foi claro, os capitalistas estão agindo rapidamente para impedir que Lula seja eleito. No mesmo sentido, papeleiros, atendentes e até mesmo professores de escola privada relataram o receio de serem demitidos caso sejam vistos aderindo a qualquer tipo de campanha lulista.

A nível nacional, as discretas notícias que apareceram na imprensa burguesa denotam essa operação, Multiplicam-se rapidamente as denuncias feitas por trabalhadores sobre a pressão patronal nas eleições. E, vale lembrar, é a minoria que relata estes casos, a grande maioria dos trabalhadores, sem presença das organizações sindicais para garantir seus direitos, se vê completamente sufocada frente a esta situação.

Num raro lampejo de bom senso, setores da esquerda pequeno-burguesa passaram a denunciar o golpe que está sendo organizado. No Twitter, o termo “fraude” nas eleições foi pela primeira vez levantado pela esquerda, nesta reta final onde todas as pesquisas indicam praticamente um empate entre Lula e Bolsonaro. Contudo, não basta denunciar em tom alarmado, é necessário mobilizar os trabalhadores para impedir que Bolsonaro vire as eleições contra Lula.

Para isso, se faz necessário com urgência uma ação mais contundente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em defesa dos trabalhadores, é preciso organizar grandes mobilizações e impor a vontade dos trabalhadores sobre a campanha de fraude e cooptação dos capitalistas. Sair às ruas, visitar os trabalhadores, conversar frente a frente se faz ainda mais importante nesta reta final. É hora de abandonar a política de alianças com a direita, de demagogia com as instituições golpistas e com a campanha que tenta flertar com o conservadorismo direitista, é preciso sair às ruas chamar os trabalhadores a apoiar Lula.

__________
*As opiniões dos colunistas não expressam, necessariamente, as deste Diário.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.