Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Educadores em greve!

Canadá: direito de greve atacado, 55 mil paralisam

Contra os ataques do patrão, nem um passo atrás, mas sim a radicalização. Em defesa das condições de vida dos trabalhadores e dos direitos democráticos


Na província de Ontario, Canadá, ontem (04/11), o Sindicato Canadense de Servidores Públicos (CUPE) iniciou uma greve dos trabalhadores da educação. Questionando o sistema usado para o retorno ao trabalho após a pandemia, que impôs contratos aos trabalhadores e agora coloca um aumento de apenas 1,5 a 2,5%, muito abaixo do exigido pelo sindicato: 11,3%, face ao crescente custo de vida. Mais de 55 mil trabalhadores paralisaram as atividades.

Na iminência da greve, o governo da província baixou a lei que impôs o contrato de maneira unilateral e proibiu o direito de greve da categoria. Enquanto os trabalhadores declaram fazer a greve pelo tempo que for necessário, o governo de Ontario está firme em seu ataque, e declarou que não irá negociar face a uma “greve ilegal”.

Utilizando do argumento mais costumeiro contra as greves da educação o governo disse que “nada importa mais agora do que os estudantes voltarem às salas de aula, e utilizaremos todas as ferramentas a nós disponíveis para fazer isso”. As declarações deste tipo, porém, servem como pretexto apenas para atacar a greve, e não para ceder às demandas dos trabalhadores, o que poria fim ao movimento e retornaria as atividades ao normal.

A lei de ataque, que acabou na prática com o direito de greve, foi aprovada no início da semana, e impõe multas diárias aos trabalhadores de C$4.000 dólares canadenses (quase R$15.000), e ainda multa o sindicato em C$500 mil por dia paralisado. Segundo o sindicato, por essa lei a greve poderia custar quase C$200 milhões por dia.

A tendência de ataque ao direito de greve já apresentada no Brasil faz parte de um ataque a todos os trabalhadores do mundo. Seja aqui ou no Canadá, tais medidas não devem ser aceitas. As multas tem que ser enfrentadas pela expansão e radicalização do movimento, chamando outras categorias a paralisarem, e agindo nas ruas para organizar a população contra os ataques antidemocráticos da burguesia.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.