Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Defender os trabalhadores

“Bolsonaro governou para o mercado, nós não iremos fazer isso”

É preciso que o Estado seja um indutor da política de desenvolvimento e da garantia dos direitos dos trabalhadores, contra o interesse do mercado e do imperialismo.


Em recente coletiva de imprensa, o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que “Bolsonaro governa para o mercado, mas ele e o PT não podem fazer isso”. Pouco tempo depois dessas declarações, Lula enfatizou a necessidade de investir em programas sociais e na industrialização do País, indo na contramão da política de equilíbrio fiscal e de teto de gastos, impostas pelo regime golpista como forma de garantir os lucros dos bancos privados e dos acionistas.

Dessa maneira, após tais declarações, a imprensa burguesa e o dito “mercado” adotaram como política central chantagear e pressionar Lula para que seu governo, que ainda nem começou, recue nestas políticas e adote uma decisão mais favorável aos interesses dos banqueiros. Logo após as declarações de Lula, as principais bolsas de valores brasileiras registraram um aumento na tendência de queda registrado em semanas anteriores. O “mercado”, como fala a imprensa burguesa em relação aos banqueiros e especuladores, tem como preocupação número um evitar o fim da política adotada pelo regime golpista, seguida a frente por Temer e Bolsonaro, que consistiu na entrega do patrimônio nacional, intensa política de privatização, bloqueio de investimos na economia e em questões sociais, para o favorecimento dos lucros deste setor.

Lula, já desde antes de efetivamente assumir como presidente vem representando uma reposta a este setor criminoso contra os trabalhadores brasileiros. A imprensa burguesa não quer aceitar ninguém, para a burguesia é necessário que Lula coloque um novo Paulo Guedes para tocar a economia nacional. No entanto, o que tudo indica pelas declarações de Lula é que o chamado mercado será uma prioridade de seu governo.

A política que Lula precisa seguir é a política em defesa dos interesses dos trabalhadores, que conforme o mesmo afirmou, “foram eles que me elegeram”. O povo votou em Lula para o mesmo combater a política de ataques aos direitos trabalhistas, devolver os direitos da população, investir na questão social e na indústria, sendo oposição à política dos banqueiros, dos grandes especuladores e do imperialismo. É preciso por um fim na política de rapina feita contra a economia nacional, jamais será possível desenvolver o país enquanto grande parte da receita do Estado é destinado aos bancos e aos acionistas, que em grande medida, sequer estão no país. É preciso que o Estado seja um indutor da política de desenvolvimento e da garantia dos direitos dos trabalhadores, contra o interesse do mercado e do imperialismo.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.