Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Mais um de alma branca?

Biden escolhe negro para fazer serviço sujo no Brasil

Governo Biden faz demagogia identitária na escolha de seus funcionários. Porém, como era de se esperar, mudam as cores das peles e a política imperialista continua a mesma.


Nessa acirrada era identitária, onde tudo se limita a uma demagogia desavergonhada e terrivelmente enganadora, tivemos a visita no Brasil do novo Secretário de Defesa americano, o general reformado Lloyd Austin, um senhor negro de aparência respeitável e austera.

Escolhido recentemente pelo governo Biden, Austin é o primeiro afro-americano a exercer o cargo na história. Biden vem seguindo a risca a política identitária em seu governo. O identitarismo, essa verdadeira praga que tem paralisado a esquerda nacional e tem servido de alicerce para justificar várias ações repressoras, foi criado justamente lá nos EUA, onde se tornou uma politica de estado a ser imposta ao restante do mundo.

Austin, assim como aqui Joaquim Barbosa, apesar de serem homens que possuem a cor da pele negra, não deixaram, apesar desse fato, de cumprir as determinações de seus senhores imperialistas. Austin veio dar as ordens que o governo americano quer que o Brasil cumpra nas eleições. Barbosa, como bem lembramos, foi a figura central, e por isso mesmo de maior destaque, no vergonhoso e fraudulento caso do mensalão.

O identitarismo é apenas isso, demagogia barata. Colocar negros, mulheres, trans ou o que seja em cargos de destaque ou poder, não implica em ações governamentais ou das organizações capitalistas que representem melhorias reais nas condições de vida das populações que compõem as bases da sociedade ou das minorias que sofrem discriminação. É um grande e elaborado engodo. Elevar uma ou outra pessoa desses grupos na escala social não mudará em nada a vida da grande maioria. O identitarismo foi criado exatamente pra isso, para dar a falsa impressão de que algo progressista está sendo feito por essas pessoas.

O identitarismo é nada mais que uma política de direita que a esquerda temerosamente tem seguido. Ou por falta de uma análise melhor sobre o assunto ou por que conscientemente está ligada a instituições que são agentes do imperialismo, como alguns dos vários grupos já apontados nesse portal.

Austin, assim como Kamala Harris, no presente momento, nos mostram que não é colocando pessoas negras ou mulheres em posições de poder que a política do imperialismo há de ser diferente do que sempre foi, ou seja, oprimir, explorar e massacrar a maioria dos povos do mundo onde quer que estejam. No passado tivemos Colin Powel, outro homem negro que também exerceu um papel nefasto na destruição do Iraque, cuja justificativa, depois se soube, não passou de uma abjeta enxurrada de fake news. Ou Barack Obama que enquanto presidente infestou o mundo com golpes de estado e conflitos militares numa escala muito maior que seu sucessor tido como fascista e de extrema direita.

Muda-se a cor da pele mas a política do imperialismo continua a mesma. Lloyd Austin veio para realizar o trabalho sujo que o Departamento de Estado americano quer ver concretizado nas eleições brasileiras e assim garantir que Bolsonaro e os militares não façam nada que possa resultar numa crise aguda. Para o imperialismo as eleições devem terminar sem que o resultado coloque obstáculos a espoliação que o Brasil vem sofrendo desde o golpe de estado de 2016.

 


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.