Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Exercício da democracia

Aldeia indígena no Mato Grosso deu 100% dos votos a Lula

Indígenas demonstram consciência democrática quando consideram como prioridade o seu grupo na escolha de um candidato


O blogueiro Gilberto Leda noticiou, no dia 1o de novembro, uma urna em tribo indígena com 100% dos votos para o ex-presidente Lula, no MT, onde Bolsonaro teve mais de 65% dos votos válidos, na cidade de Confresa, onde obteve 70%.

Um extenso debate sobre se tal ocorrido, que se repetiu em outras aldeias, seria ou não uma fraude, uma violação de urnas, ou ainda compra de votos, circulou na internet e nos jornais da burguesia. Foi constatado que é fato corriqueiro os indígenas se reunirem e decidirem adotar como unanimidade o que seja melhor para o grupo. Conforme publicado pelo TSE, os povos indígenas do Brasil têm assegurada, pela Constituição Federal, a participação plena no processo eleitoral. Os índios, assim como os demais cidadãos brasileiros, devem votar se tiverem mais de 18 anos e forem alfabetizados em língua portuguesa. O Código Eleitoral (Lei n° 4.737/1965) veda o alistamento eleitoral daqueles que não falam português. No entanto, caso os índios que vivem nas aldeias optem por não votar, essa decisão individual prevalece sobre a obrigatoriedade da lei brasileira.

Para atender, no contexto eleitoral, a essa parcela da população tão diversa e específica, o artigo 13 da Resolução TSE nº 23.629/2021 estabelece que “é direito fundamental da pessoa indígena ter considerados, na prestação de serviços eleitorais, sua organização social, seus costumes e suas línguas, crenças e tradições”.

Temos um retrato de que Lula é o candidato do povo, e não da burguesia. Finalmente, os índios, no Brasil, são profundamente oprimidos pelo capitalismo, não tendo acesso ao básico que necessitam para suas sobrevivências. Ao mesmo tempo, são constantemente agredidos, seja por coação, seja por tiro, pelos jagunços dos latifundiários, que são representados por Bolsonaro. Finalmente, veem em Lula uma candidatura que pode solucionar os seus problemas e intensificar a sua luta.

Nesse sentido, com a eleição de Lula, devem se mobilizar para garantir os seus direitos. O governo Lula deve levar em consideração as suas reivindicações e, acima de qualquer coisa, deve realizar a reforma agrária no Brasil. Essa é a principal forma de solucionar os problemas dos povos indígenas.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.