Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Destruição do futebol

“Gritos homofóbicos”: não se pode mais xingar jogador adversário?

O identitarismo ataca o futebol. Querem calar e expulsar a torcida dos estádios.

torcida do flamengo concorre ao posto da melhor do mundo vote 1

O Clube de Regatas do Flamengo foi denunciado na última quarta-feira (3), ao STJD. A sigla designa o Superior Tribunal de Justiça Desportiva e a denúncia se deu por supostas “manifestações de homofobia” de sua torcida. O evento relatado teria ocorrido em meio à disputa contra o Grêmio no dia 15 de setembro. Segundo a denúncia, a torcida rubro-negra teria realizado as “manifestações homofóbicas” associando os gaúchos à homossexualidade de forma pejorativa.

A citada denúncia foi efetuada pelo Coletivo de Torcidas Canarinho LGBTQ à Procuradoria do STJD. A denúncia foi gerada com base em uma suposta manifestação em forma vaia contendo o seguinte teor: “Arerê, gaúcho dá o “brioco” e fala tchê”. Ao que consta, o julgamento na Comissão Disciplinar será realizado na próxima sexta-feira dia 08/11. Diante disso, o Mengão poderá sofrer uma penalidade que vai da suspensão de cinco a dez partidas e suspensão pelo prazo de 120 a 360 dias.

O que fica claro nessa ocorrência é que esse negócio de “homofobia nas torcidas” é uma desculpa esfarrapada para acabar com as torcidas organizadas e assim tirar o pobre dos estádios e ainda perseguir os clubes. Utilizam o identitarismo para acabar com o futebol, uma cultura popular que cativa os corações do povo brasileiro.

Hoje em dia não se pode mais xingar o jogador adversário, porque seria homofobia. Nesse sentido, é proibido falar palavrão, pois qualquer palavrão tem conotação sexual e portanto é machista ou homofóbico. Como se vai proibir milhares de torcedores em uma arquibancada de falar palavrão? É simplesmente impossível. Logo, a única saída seria simplesmente acabar com as torcidas, ou colocar só os almofadinhas e engomadinhos da classe média na arquibancada, que não gostam de futebol, não torcem e só sentem alguma emoção pelo que vem dos “esteites” ou da Europa “limpinha” e civilizada.

Quem possui sangue nas veias e sente emoção no futebol logicamente externa essa emoção com xingamentos, palavras inflamadas ou outros tipos de “elogios” não publicáveis. Futebol sem torcida não é futebol. Mas esse é um caminho pelo qual os empresários ganham. Nos últimos anos o que mais se viu foram aumentos exponenciais dos preços dos ingressos, as vendas de estádios para patrocinadores, os “pay-per-view” da vida nas tvs por assinatura, “streaming” etc.

Os capitalistas querem controlar completamente o futebol e tirá-lo totalmente de qualquer tipo de controle popular. Querem afastar os clubes da pressão e da influência ou controle das torcidas. O intuito dos magnatas do esporte é controlar totalmente os clubes, federações e jogadores, e para isso não pode haver torcida pressionando.

Para isso, eles querem que não haja torcida nos estádios, só na TV e na internet no máximo. Assim podem lucrar as fábulas com anúncios e venda de pacotes de transmissão sem ter o povão ali para encher o saco e “enfeiar” o certame. É preciso, assim, distanciar o povo do futebol, é o que eles pensam. Mas o futebol é do povo e o povo sem futebol é um ataque a cultura popular. O torcedor, o povo, e seus representantes não podem permitir isso. É preciso lutar contra mais esse ataque à cultura do nosso povo. O futebol é nosso!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.