Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Correio dos Trabalhadores

Bomba! Guilherme Boulos é financiado pela CIA?

Walfrido Warde, Global Americans e NED: a rede que está por trás do líder do PSOL

guilherme boulos reprodução 2

O que vamos contar aqui, de forma resumida, é fruto de uma investigação publicada no DCO por Rui Costa Pimenta e João Caproni Pimenta. A revelação caiu como uma bomba na tarde de ontem.

Todos sabem que a CIA tem inúmeros tentáculos pelo mundo. Agências governamentais, não-governamentais, empresas de fachada, institutos, think tanks e tantos outros.

Um deles é a NED, agência do governo dos EUA criada por Ronald Reagan para fazer exatamente o que a CIA sempre fez.

A NED patrocina relatórios sobre política latino-americana da Global Americans, um think tank norte-americano cujo objetivo é fornecer análises “para promover mudança no sentido de uma relação mais próspera entre a América Latina e os EUA”.

O bom entendedor sabe que essa “relação próspera” significa a completa dominação do imperialismo americano sobre o continente.

Pois bem, a Global Americans tem um parceiro no Brasil. É o Instituto para Reforma das Relações entre Estado e Empresa (IREE), que trabalha para “aperfeiçoar a interação entre os setores público e privado no Brasil”.

O bom entendedor também percebe claramente que essa “interação” entre o Estado e os empresários é, na verdade, o assalto do Estado por parte dos empresários.

Dentre os dirigentes do IREE encontram-se nada menos do que Raul Jungmann, ex-ministro do governo Temer, e o general Sérgio Etchegoyen, chefe do Estado Maior do Exército durante o golpe de 2016 ─ tendo desempenhado papel fundamental na articulação do golpe ─ e refundador do Gabinete de Segurança Nacional (GSI) no governo Temer. Etchegoyen é um saudosista da ditadura militar, tendo familiares que trabalharam para as ditaduras de Vargas e Médici.

O presidente do instituto é o advogado e empresário Walfrido Warde. Ele é um amigo de longa data de Guilherme Boulos e financiou e articulou sua campanha à Prefeitura de São Paulo em 2020. Warde vive bajulando o líder do PSOL e o emprega, segundo suas próprias palavras, no IREE.

Na campanha a prefeito, Warde declarou que Boulos não é inimigo dos empresários. Muitos concordaram e financiaram a campanha de Boulos, como a Andrade Gutiérrez, por exemplo.

Boulos será candidato ao Governo de São Paulo nas eleições de 2022. E anunciou seu possível vice: o escritor Silvio Almeida. Ele é sócio do escritório de advocacia de Warde ─ assim como Leandro Daiello (diretor da Polícia Federal durante toda a Operação Lava Jato até o golpe de 2016, passando pela condução coercitiva de Lula e a prisão de líderes do PT).

A especialidade da Warde Advogados é livrar a cara de empresários metidos em acusações de corrupção.

Seria mera coincidência que a imprensa burguesa ─ da Folha à Time ─ sempre tenha apoiado Guilherme Boulos?

Será coincidência que Boulos esteja defendendo, com unhas e dentes, uma frente ampla que vai da esquerda até a direita imperialista, supostamente contra Bolsonaro?

Muitos na esquerda, como o PCO, têm denunciado que Boulos é uma peça do imperialismo para impedir a ascensão da classe operária ─ ascensão essa que tem como ponto fundamental a candidatura de Lula à presidência da República e a derrota do golpe.

Essas revelações apenas reforçam essas denúncias.

Curiosamente, Boulos é representante de uma esquerda que se coloca frontalmente contra… o que é de esquerda! Ou seja, contra, principalmente, a luta pelos direitos democráticos, baseada, muitas vezes, em preceitos puramente morais.

É o caso da censura e ataques ao jogador de vôlei Maurício Souza, perseguido por exercer seu direito à liberdade de expressão, que caiu na cláusula arbitrária, antidemocrática, ditatorial e inconstitucional de crime de opinião.

A esquerda também olho torto ─ quando não condena publicamente ─ a mobilização dos caminhoneiros, tachados de bolsonaristas. Por isso, não deveriam ser apoiados, embora, independentemente do que possam ou não pensar, estejam, na prática, reivindicando direitos democráticos trabalhistas e econômicos e entrando em conflito com o governo Bolsonaro e a burguesia de conjunto.

Esses e outros temas são parte da edição de hoje do Diário Causa Operária! Acesse, leia, compartilhe!

Encaminhe o Correio dos Trabalhadores para seus contatos! Receba também a versão para WhatsApp: mande um “oi” para a gente 📱 (11) 94235-3771

Contribua com nossa imprensa e ajude a construir uma rede de comunicação revolucionária, marxista e anti-imperialista! Envie um PIX para pix@dco.org.br e ajude a financiar a propaganda comunista ⚙️☭🚩Siga o DCO nas redes sociais e receba diariamente nossas matérias!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.