Sobre o julgamento

“Salvando a sanidade”: redes repercutem análise do PCO

Posição do PCO destoa da esquerda de classe média e da direita

No último sábado (16), o companheiro Rui Costa Pimenta realizou sua tradicional Análise Política da Semana, tendo ampla repercussão não só pelas redes sociais, mas também na imprensa.

Na exposição de ontem, o presidente nacional do PCO discutiu sobre a questão da liberdade de expressão, sobre a polêmica campanha orquestrada pelo imperialismo que supostamente defende a indicação de uma mulher negra ao STF e, por fim, o vergonhoso e farsesco julgamento do STF sobre os primeiros réus dos atos de 8 de janeiro.

Na parte final da exposição, no entanto, Rui destacou que “se você faz uma manifestação desarmado, não é um golpe de Estado, mas um ato político. Pode ser um ato com objetivos muito ruins, mas se formos defender atos políticos apenas com objetivos com os quais a gente concorda, não tem ato político”.

Continuando, o companheiro destacou suas décadas de militância e mostrando os perigos de se caracterizar os atos de 8 de janeiro como terroristas, golpistas ou quaisquer outros nomes utilizados pelos setores mais histéricos e oportunistas:

“‘Ah, mas o ato invadiu o prédio’. Várias vezes um ato termina invadindo um prédio. Eu tenho 40 anos de militância, a quantidade de vezes que participei de ato que acabou entrando e ocupando reitoria, prédio público, acampamento, ocupação, ministério… Não consigo nem contar quantas vezes vi isso daí.”

A postagem principal sobre a Análise já consta com mais de 240 visualizações em menos de um dia, com quase dois mil compartilhamentos e comentários somados. Além da repercussão dos comentaristas, setores da imprensa também noticiaram as falas do companheiro Rui.

A primeira matéria realizada foi pela Crusoé, portal de direita que destacou como o PCO agiu na defesa dos trabalhadores que estão sendo tirados para Cristo pelo vergonhoso julgamento da última instância. Dentre os tópicos levantados, um deles foi a fala do companheiro Rui sobre Aécio Lúcio, o primeiro julgado e ex-funcionário da SABESP.

“Esse cidadão é um zé ruela, é um funcionário da SABESP, não um general. É um pobre coitado que foi lá e, na cabeça dele, ele ia derrubar o governo Lula. Isso não é crime. Ser iludido e delirar não é crime. Crime é um general sair com uma tropa para dar um golpe de estado, mas lá o pessoal não estava nem armado.”

A segunda matéria de destaque foi realizada pelo Poder360, que levanta o histórico de votação do companheiro Rui, outros posicionamentos do Partido em defesa dos interesses dos trabalhadores e relembra da ocasião em que o Supremo Tribunal Federal bloqueou todas as contas digitais do Partido em 2022, pleno ano eleitoral, impedindo que fosse realizada uma campanha política nas redes.

Por fim, destacam a fala do presidente nacional do PCO na Análise de ontem:

“De acordo com o que a gente tá vendo no STF, você pode estar em um jogo de futebol com a camiseta do seu time, e, se um outro cidadão com a mesma camisa do seu time dá uma paulada em alguém, você pode pegar 17 anos de cadeia. Apesar de você não ter nada a ver com o peixe.”

Além da matéria, o Poder360 também publicou um trecho do companheiro Rui em seu YouTube, recebendo amplo apoio dos comentaristas e mais de 4 mil visualizações apenas no período da noite do dia 16 para 17. A Análise Política da Semana acontece todos os sábados, às 13 horas, presencialmente em São Paulo e com transmissão direta pela Causa Operária TV.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.