Por quê estou vendo anúncios no DCO?

É Lula sem chuchu

Tentativa de “vender” Alckmin à militância é pura loucura

Alckimin é uma pedra que a militância não tem que engolir


Os setores mais conservadores dentro do PT esforçam-se para “vender” a ideia de que Alckmin possa ser um bom vice para a chapa de Lula. A todo momento publicam brincadeiras, trocadilhos constrangedores e até argumentos sérios para conhecer os incautos de que essa é uma boa ideia.

O que temos visto até agora é apenas um constrangimento do público, que nem sonha em achar boa a decisão. No evento de lançamento da candidatura de Lula, vimos o triste cenário de um evento com entrada controlada para evitar vaias contra os supostos aliados da candidatura de Lula, como vimos no encontro com os sindicatos poucas semanas atrás.

Pouco a pouco, começa a ficar claro que o cenário apresentado pelos defensores de Alckmin como vice estava errado. Disseram que o ex-governador seria uma peça chave para que Lula conseguisse uma unificação maior em torno de seu nome, disseram até que com ele poderia se falar em uma vitória em primeiro turno, nos primeiros momentos da decisão chegaram até a cogitar de dar ao ex-tucano algum ministério para comandar caso Lula vencesse.

Agora vemos que Alckmin não fez crescer a votação de Lula, não fez diminuir a de Bolsonaro, que já aparece superando Lula no Estado de São Paulo, terra natal de Alckmin. O Instituto Paraná Pesquisas publicou no último dia 30 uma sondagem que apresenta Bolsonaro com 35,8% e Lula com 34,9%. Ainda que possamos, e devamos, duvidar da confiabilidade destas pesquisas, é inegável que o impacto negativo de trazer a bordo um criminoso político como Geraldo Alckmin.

É fácil ver que a escolha do vice fez rachar o bloco popular que apoia Lula. Não são poucos os militantes que admitem não votar no candidato do PT, por conta do vice, mesmo com os avisos de setores da esquerda revolucionária, como o PCO (Partido da Causa Operária), que já declarou que, apesar de horrenda, o partido irá fazer campanha para a candidatura de Lula com a mesma intensidade de antes.

O companheiro Rui Costa Pimenta, presidente nacional do PCO, tem alertado, contudo, que ficar exibindo Alckmin é um erro. Na visão do Partido, apresentar os aliados direitistas num primeiro plano tem apenas o efeito de desmoralizar a militância e acaba por desanimar o setor que tem que ir às ruas e garantir a vitória de Lula. Ele também ressalta que o Partido é contra a presença dos candidatos, políticos e partidos burgueses na coligação, ainda que isso não impeça o PCO de apoiar a candidatura de Lula.

A gravidade da situação fica explícita pelo baixíssimo comparecimento do público ao ato de 1º de Maio e pelo clima morno durante as falas. É preciso dar uma guinada na campanha e colocar a militância de base como fator central da mobilização eleitoral. Neste sentido, o Comitê Central do PCO, reunido nestes dias 6, 7 e 8 de maio, está preparando uma campanha nacional de mobilização de rua para unificar todos aqueles que vêem o atual rumo como fadado ao fracasso e buscar corrigir o curso antes que seja tarde. O Partido deve anunciar este plano de ação nos próximos dias.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.