Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Uma façanha do golpe

Ser banqueiro compensa

São trilhões de reais que são roubados da economia nacional mensalmente apenas para sustentar os banqueiros em meio a crise.


Quem já não ouviu a expressão “o crime compensa”? Comumente falada pela burguesia nacional e pela própria direita como forma de incentivar as campanhas de segurança pública, campanhas anti-corrupção, entre outras manobras que, na prática, sempre serviram para perseguir o povo e os inimigos políticos da burguesia no País. No entanto, o que os recentes dados divulgados pelo Banco Central brasileiro, como também os relatórios a respeito da dívida pública nacional vem demonstrando, é que, de fato, há um certo tipo crime que compensa no Brasil.

Esse crime não consiste em roubar artigos pessoais, não se trata de dar pequenos golpes ou organizar um grupo armado para controlar o tráfico em uma comunidade, mas sim de promover o verdadeiro assalto aberto a toda economia nacional e a todos os trabalhadores brasileiros. Segundo divulgado pelo Banco Central, a dívida pública brasileira obteve níveis históricos durante os últimos dois anos, ainda mais altos se comparados ao período pré-golpe de 2016, onde no mês de outubro a marca de R$ 7,297 trilhões, o que hoje representa 76,8% do Produto Interno Bruto (PIB). Em fevereiro de 2021, a dívida brasileira chegou a atingir quase 90% do PIB nacional, cerca de 40 pontos percentuais a mais se comparado a situação encontrada no governo de Dilma Rousseff no início da campanha golpista.

E sabe para onde está indo todo este dinheiro? A respeito deste problema, os dados divulgados pela Auditoria Cidadã da Dívida sobre o Orçamento Federal de 2021, serviram para demonstrar que mais de 50% dos recursos federais são destinados aos pagamentos de juros aos bancos privados e acionistas. No Brasil, são R$ 1,96 trilhões pagos em juros e amortizações da dívida para banqueiros e acionistas, todos estes em grande parte dos países imperialistas. Para o povo, restam míseros 4,18% para a área da saúde, 2,49% para educação, e o grande “crime” da previdência social, que os golpistas tanto querem cortar, representa apenas 19,58% dos gastos públicos. Ou seja, mesmo o que é praticamente nada dado à previdência social, os banqueiros querem para si.

Além disso, outros dados são ainda mais alarmantes. Como demonstrado pela auditoria da dívida, hoje os estados se endividam de maneira crescente, tanto a nível nacional quanto municipal, onde o que é arrecadado, na realidade sequer serve para cumprir a parte destinada ao financiamento dos bancos e ao pagamento de juros criminosos. Em São Paulo, por exemplo, principal estado da federação, a dívida pública dobrou entre os anos 90 para os dias atuais, em grande parte, com base na especulação dos bancos e na política de privatizações do PSDB. Ou seja, grande parte desta dívida sequer é real. Como não bastasse tudo isso, o Senado brasileiro definiu que a partir do final de 2023 o Estado irá cobrir ao menos 50% das dívidas contraídas por empréstimos com bancos. Dessa maneira, se a empresa não conseguir pagar em sete meses o valor combinado com o banco privado, o Estado brasileiro irá pagar 50% da dívida para evitar que estes sanguessugas possam correr risco de falência.

Imagem

O caso foi tão absurdo que rendeu de senadores o comentário que, no País, compensa mais ser banqueiro do que traficante. A medida foi tomada em uma ação desesperada antes do novo governo Lula começar. Os banqueiros temem que, com o fim do teto de gastos, os seus lucros possam vir a diminuir e percam uma parte, mesmo que pequena, desta fatia do orçamento nacional. Por isso, querem garantir a todo custo seus lucros.

São trilhões de reais que são roubados da economia nacional mensalmente apenas para sustentar os banqueiros em meio a crise. Para o povo, resta o desemprego, a fome e a miséria, para os bancos imperialistas, todo o orçamento nacional, que em última instância é o dinheiro do povo brasileiro.

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.