Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Crimes serão julgados

Rússia lista mais de 400 envolvidos em crimes na Ucrânia

Segundo o chefe do comitê, Aleksandr Bastrykin, mais de 1.300 processos criminais contra os envolvidos foram abertos pelo comitê.


─ Sputnik News ─ Mais de 400 pessoas estão envolvidas de alguma forma em crimes cometidos na Ucrânia. A afirmação é do chefe do Comitê de Investigações da Rússia, Aleksandr Bastrykin. Segundo ele, mais de 1.300 processos criminais contra os envolvidos foram abertos pelo comitê.

“Processos criminais relativos a eventos na Ucrânia estão sendo investigados contra representantes da liderança militar e política do país, membros de associações nacionalistas radicais, bem como representantes de grupos armados ucranianos. No total, mais de 1.300 processos criminais foram iniciados, em que mais de 400 pessoas são responsabilizadas”, disse Bastrykin.

Bastrykin informou que a investigação preliminar já revelou o envolvimento de mais de 220 pessoas em crimes contra a paz e a segurança da humanidade, que não têm prazo de prescrição. Entre essas pessoas, em particular, estão representantes do alto comando das Forças Armadas da Ucrânia, bem como comandantes de unidades militares que dispararam contra civis.

“Noventa e dois comandantes e seus subordinados foram indiciados. Noventa e seis pessoas foram incluídas na lista de procurados, sendo 51 comandantes das Forças Armadas da Ucrânia”, disse Bastrykin.

O chefe do Comitê de Investigações da Rússia destacou que foram abertos processos criminais relativos ao desenvolvimento de armas de destruição em massa por funcionários do Ministério da Saúde da Ucrânia, e à participação de mercenários no conflito, incluindo cidadãos da Reino Unido, EUA, Canadá, Países Baixos e Geórgia.

“Além disso, oito processos criminais foram abertos por ataques a embaixadas e a representantes diplomáticos russos nos Países Baixos, Irlanda, Lituânia, República Tcheca, Polônia, Romênia e ao prédio de Rossotrudnichestvo, na França”, disse Bastrykin.

Bastrykin também falou sobre possibilidade de o comitê investigar casos em defesa de cidadãos russos no exterior.

“Seria prático consolidar a possibilidade de investigadores russos iniciarem processos criminais quando um crime for cometido fora da Federação Russa, que afete os interesses de nosso Estado ou de um cidadão”, disse Bastrykin, em entrevista ao jornal Rossiyskaya Gazeta.

Segundo Bastrykin, houve muitos casos em que cidadãos russos se tornaram vítimas de crimes em outros países, mas a justiça local foi indulgente em relação aos cidadãos de seu país, dando sentenças brandas ou ignorando circunstâncias importantes.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.