Por quê estou vendo anúncios no DCO?

"Chama o Meirelles"

Quem é Henrique Meirelles, o banqueiro que “apoia” Lula

Tendo passado por partidos como PMDB, PSDB, MDB, PSD e União Brasil, Meirelles é ex-presidente do Banco Central e um banqueiro conhecido do imperialismo


A articulação por parte da direita e dos setores da direita dentro do Partido dos Trabalhadores (PT) tem o objetivo de trazer novamente em cena, e possivelmente ao comando do Banco Central (BC), o conhecido como “o mais longevo presidente do BC”, Henrique Meirelles. É assim porque o “deus mercado” considera essa figura política como um fiador em quem os empresários e os banqueiros possam confiar e até mesmo manobrar em um eventual governo Lula.

O fato de a esquerda pequeno-burguesa propagandear que Meirelles pode ser a salvação de Lula vai nesse sentido, o de “tentar” garantir a posse dele caso as manipulações da direita imperialista não consigam realizar o objetivo central da mesmo, que é eleger a terceira via com Simone Tebet, Ciro ou quem for. Afinal, já deixaram claro que não é Lula nem Bolsonaro, apesar de que, em última instância, Bolsonaro é aceitável. Fica claro, portanto, que Lula, até mesmo com “chuchu”, não é uma opção aceitável para os capitalistas.

Os eleitores presenciam frustrados a completa falta de debate político nas campanhas. Situação que abre as portas para o “salvador da pátria” da direita, Meirelles, que dividiria o poder com o representante da esquerda, Lula. A campanha do Lula, que até agora encontra-se sem despertar o povo para a luta e defender seu candidato, está estagnada mesmo com os cerca de metade das intenções de voto.

Em meio a crise que assistimos, encontramos a direita, a gestora do estado capitalista, em enormes dificuldades, dividida e sem muitas alternativas para manter o poder do imperialismo tanto no Brasil como pelo mundo afora. E como existe uma perspectiva concreta de Lula se eleger, precisam urgentemente de mais um representante do imperialismo, Meirelles, que mesmo com Alckmin de vice, não está sendo suficiente para acalmar o “deus mercado”, o que mostra que Lula simplesmente não é uma alternativa.

Henrique Meirelles é um político conhecido dos brasileiros por longas datas. Natural de Goiás, foi alçado à vice-presidência do Bank of Boston em apenas quatro anos de serviços ao banco e, após mais seis anos, chegou à presidência do banco no Brasil. Em mais alguns anos, chegou a ser presidente do Bank of Boston internacional. Foi o primeiro brasileiro a ser presidente do banco global norte-americano, isso no ano de 1996, a maior prova do relacionamento íntimo com o imperialismo.

A carreira do imperialista não se encerra por aí. No ano de 2002, aceita o “convite” para integrar o governo de Lula como presidente do BC e, assim, não assumiu o cargo de deputado federal por Goiás, onde teve expressiva votação.

Segundo o portal InfoMoney, recebeu carta branca para domar a inflação. Conseguiu cumprir o combinado e ainda melhorou as reservas do país em dólar. Isso foi conquistado com a política de elevação dos juros para demonstrar ao mercado que queria controlar a inflação. No início de 2001, ela saiu de 16,5%, para fechar o ano em 19%. Em 2002 dos 19% chegou a 18% e encerrou o ano em 22%. Nos anos seguintes continuou em alta atingindo 26,5% de março a junho de 2003. 

Lembrando que juros altos com inflação corroem o poder de compra dos salários, aumentando a miséria ao mesmo tempo que aumentam os lucros dos investidores no mercado financeiro. Bom para o capitalismo e péssimo para os trabalhadores.

É justamente esse parasitismo dos bancos que piora as condições de vida dos trabalhadores: mais da metade do que o Estado arrecada em impostos são para o pagamento aos bancos por dívidas e serviços. Se o Estado fosse de posse dos trabalhadores, a coisa seria muito diferente. Ao invés de pagar dívidas contraídas para financiar as empresas, os bancos seriam estatizados e o dinheiro usado para construir hospitais, escolas, moradias e toda a infraestrutura das cidades, melhorando as condições de vida de todos os brasileiros, não apenas dos mais ricos, como é hoje.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.