Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Golpista sempre golpista

Os patos da FIESP

Acreditar que a FIESP defende a democracia é fazer papel de trouxa


A Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) planeja lançar um manifesto de “apoio à democracia” chamado “Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado democrático de Direito”. O texto base já circula nas redes, mas a declaração definitiva será lançada no dia 11 de agosto.

A carta mal foi anunciada e a imprensa burguesa já se deu o trabalho de defendê-la de todos os ângulos possíveis. Em tese, o manifesto critica as declarações contra o processo eleitoral e a democracia proferidos pelo Bolsonaro (apesar de não o citar), enquanto defende os “tribunais superiores, as eleições e a democracia” — ele também se propõe a ser apartidário e com o objetivo de angariar o maior número possível de assinaturas de vários setores, e por isso evita citar nomes como Lula ou Bolsonaro.

O manifesto já conta com mais de 300 mil assinaturas e está sendo altamente impulsionado como um documento que não pode ser radical, nem “pró-PT” ou “anti-Bolsonaro”. Até mesmo a palavra “golpe” foi evitada no documento, para que “mais pessoas assinassem”.

É evidente que, quando não se apoia nem Bolsonaro e nem Lula, se apoia a terceira via. O manifesto é assinado por diversos empresários, banqueiros e outras figuras da burguesia, um sinal ainda mais alarmante do caráter do texto. Outro fato importante a ser observado é que quem teve a iniciativa de criar o manifesto foi a FIESP, que tem se colocado como defensora da democracia. Seria necessário que fosse pedido uma explicação de outros momentos em que a FIESP defendeu a democracia, como na vez que apoiou a extrema-direita indo às ruas para derrubar o governo Dilma.

Não existe nenhuma “defesa da democracia” vinda da burguesia. O manifesto é uma campanha da terceira via e serve apenas para a política desta, para manter o país e a população sob controle. O imenso apoio e divulgação da imprensa também evidencia isso — o jornal Financial Times, imperialista e porta-voz da burguesia britânica, afirmou que o manifesto é “a primeira resposta coesa da sociedade civil brasileira” às declarações de Bolsonaro sobre as urnas e sobre o sistema eleitoral.

Este é um golpe da terceira via, a continuação daquele dado em 2016 contra a presidente Dilma Rousseff, a qual a FIESP também fez parte. O manifesto serve à burguesia e à terceira via, e a última coisa que faz é “defender a democracia”.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.