Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Ataque a soberania

“Nova esquerda” quer EUA intervindo no Brasil

ONGs organizam comitiva para pedir "respaldo" do imperialismo na eleição


Uma comissão da chamada “nova esquerda” brasileira, composta por ONGs e institutos, tem um encontro marcado com o Departamento de Estado norte-americano, com a comissão de embaixadores da Organização dos Estados Americanos (OEA) e a Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados dos EUA, a pauta do encontro é a eleição brasileira. As reuniões já têm data marcada, ocorrerão entre 24 e 29 de julho em Washington, capital dos EUA.

O objetivo da comissão, que reúne organizações como Instituto Mariele Franco, ligada ao PSOL, Geledês – instituto da mulher negra, Uneafro, pioneiros no identitarismo negro no País, dentre outras organizações do mesmo verniz ideológico, é pedir ao Tio Sam que respalde o processo eleitoral e o resultado do sufrágio brasileiro, isto é, que resguarde a democracia brasileira ameaçada de golpe pelo atual presidente, ao menos é esse o objetivo confesso.

Tomando o objetivo confesso, o fato já é demasiado grave, os “decolonizadores”, como muitos se arrogam, mostrando o caráter farsesco do palavrório identitário, comportam-se como se o país fosse uma colônia e eles colonizados convictos, ignoram que o Brasil é um país independente e soberano. Comemoramos neste ano o bicentenário da independência, e não necessitamos de respaldo ou resguardo de nenhum outro país. O fato de os EUA receberem oficialmente uma comissão para discutir o processo eleitoral brasileiro é em si um atentado à soberania nacional, os EUA, assim como qualquer outro país, nada têm a dizer sobre o processo eleitoral brasileiro. A ação desta comissão poderia ser classificada como uma ação antinacional uma vez que apela para um Estado estrangeiro que intervenha em um país soberano.

Outro aspecto que chama a atenção é o que poderíamos chamar de esquizofrenia política, encontrar-se com o departamento de Estado dos EUA, que já organizou centenas de golpes de Estado e ditaduras no mundo inteiro, inclusive no Brasil, destaque para o golpe de 1964, que inaugurou uma ditadura militar de tipo fascista que durou mais de 20 anos e a de 2016 que derrubou uma presidenta eleita e jogou o país no caos que se encontra, para discutir a defesa da democracia brasileira.

Contudo, a ação dessa comissão revela mais do que o objetivo confesso e que não se trata de mera esquizofrenia política, alucinação, embora haja em grande dose. Revela-se aí um passo à frente dessa “nova esquerda”, identitária, não se trata mais de atuar como difusor da ideologia identitária pró-imperialista contra o socialismo e o nacionalismo brasileiro, vão, agora, além e atuam politicamente em favor do imperialismo contra o país.

Este Diário já havia denunciado a relação entre Guilherme Boulos, um dos líderes da “nova esquerda”, com o IREE, e deste com o imperialismo norte-americano, assim como o financiamento de movimentos identitários pelo capital imperialista, e que esse movimento era resultado de uma política do imperialismo para fortalecer suas posições dentro do País. A ação revela claramente que a política não confessa do movimento identitário, não organiza o povo oprimido para luta, mas, por trás de muita demagogia, se juntam aos piores inimigos dos oprimidos contra a soberania nacional.

O identitarismo e a “nova esquerda” tem de ser completamente desmascarados, para que todos os oprimidos saibam que por trás da demagogia existem apenas serviçais do imperialismo mundial.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.