Por quê estou vendo anúncios no DCO?

COP 27

Imperialismo usa jovens para atacar países atrasados

COP 27, uma conferencia para corromper a juventude


A falácia da ecologia tão estimulada pelo imperialismo chegou a cansar até mesmo Greta Thumberg, ativista mirim criada e financiada por eles mesmos para envolver o movimento de juventude na demagogia ecológica imperialista.

Para quem não lembra, Greta Thumberg começou sua fama aos 12 anos como uma jovem que defendia de forma ferrenha e dura as questões ambientais, impulsionada e financiada pelo imperialismo. Thumberg defendia a pauta demagógica da ecologia como uma jovem criança que defendia as gerações futuras, deixando assim a ideia de que a questão do meio ambiente é uma pauta real e urgente da juventude mundial.

Passado sua moda entre os jovens de classe média e frustradas as tentativas do imperialismo de colocá-la como grande defensora do meio ambiente, até mesmo Greta, a cria do imperialismo, passou a tratar a COP como um, segunda ela mesma  “bla bla bla”. Greta, no fim das contas, não foi ao evento.

De qualquer forma, o  imperialismo aprofunda sua política de corrupção da juventude, usando como já de costume a demagogia ecológica, colocando jovens de países atrasados para atacarem suas próprias nacionalidades, e, como o interesse principal é a Amazônia, os representantes dessa política demagógica são jovens brasileiros, se valendo particularmente da eleição de Lula.

Nesta conferência em especial foi feito um esforço ainda maior por parte de ONGs e outras organizações (que são braços do imperialismo nos países atrasados) para mandar uma quantidade grande de jovens brasileiros para a conferência, estimulados inclusive por um setor da própria esquerda que se aproveitou da eleição de Lula e sua campanha ambientalista durante o período eleitoral.

Jovens esses  influenciados por essa política imperialista, se posicionaram de forma a atacar o Brasil e pedir intervenção estrangeira para supostamente “frear a degradação do meio ambiente”  e em especial da Amazônia. É colocado para setores da juventude sistematicamente que a sua pauta mais urgente agora é o ambientalismo, e que a ONU e esse países imperialistas não são um mau, mas sim os setores mais conscientes nesta “luta”.

Porém, nunca se viu a ONU colocar de fato as questões essenciais da juventude, como pauta de discussões de congressos ou reuniões, como, por exemplo, o desemprego em massa da juventude ou o sucateamento do ensino nos países atrasados, inclusive no próprio Brasil.

O empirismo procura converter os setor mais potencialmente revolucionário, que é a juventude, para um movimento que atenda seus interesses imperialistas, lutando por exemplo de forma ingênua para a entrega da Amazônia ao imperialismo  sob a ilusão de que estaria defendendo a ecologia, a humanidade e as futuras gerações, usando assim o setor mais determinado, para, de maneira canalha, servir aos seus próprios interesses, se aproveitando da despolitização também promovida pelo imperialismo da juventude

Gostou do artigo? Faça uma doação!


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.