Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Rafael Dantas

Membro da Direção Nacional do PCO e diretor de redação do Jornal Causa Operária.

Covardes

Fascistas ucranianos usam hospitais como escudo há 8 anos

… e também escolas, igrejas e casas desde o início da guerra. Batalhões neonazistas como o Azov e o Aidar, colocam a população civil em risco, quando não a atacam diretamente


– Rafael Dantas, de Lugansk

Visitamos hoje um hospital em Novosvetlovka, nos arredores da capital da República Popular de Lugansk. O diretor da entidade, dr. Roman Fedorovich, nos mostrou as instalações reconstruídas após terem sido bombardeadas oito anos atrás. Vimos também as fotos da época e a destruição causada por quatro tanques de guerra ucranianos que haviam cercado a área com o objetivo de impedir que as forças da Milícia Popular de Lugansk os enxotassem de lá.

O hospital, no entanto, não podia parar. Doentes foram atendidos e cirurgias realizadas nos porões do complexo hospitalar enquanto o batalhão Aidar disparava na superfície.

Essa é uma tática que vem sendo usada pelas Forças Armadas Ucranianas desde o golpe de Estado fascista de 2014. Hoje, tal como fizeram os fascistas que tentaram afogar em sangue a independência das repúblicas populares de Lugansk e Donetsk, as forças ucranianas se aproximam de hospitais, escolas, casas e edifícios com o objetivo de usar a população civil como escudo. 

Acabou de acontecer a noroeste daqui, em Rubizhne, recém-liberada pela Operação Especial para a Desmilitarização e Desnazificação da Ucrânia. Vimos lá, na semana passada, a mesma destruição promovida em Novosvetlovka oito anos atrás. É possível calcular facilmente as dificuldades que a República Popular de Lugansk terá para reconstruir a cidade.

O uso da população civil como escudo é uma das táticas fascistas que se somaram ao repertório das Forças Armadas Ucranianas desde que foram sistematicamente dominadas pela extrema direita desde a “revolução” da Praça Maidan. Estão fazendo a mesma coisa há oito anos. Disparam contra cidades que não possuem alvos militares. Sequestram os habitantes e os obrigam a permanecer em suas casas para evitar serem pegos pelas forças independentistas de 2014, assim como as forças das repúblicas populares e da Rússia hoje.

As cenas que a equipe de Causa Operária viu hoje fazem pensar: será mesmo que quem apoia a Ucrânia (e, consequentemente, a OTAN e o imperialismo norte-americano) sabe o que de fato está apoiando? A insensibilidade dos fascistas e notória. Mas, e as pessoas que se consideram “de esquerda”, ou mesmo “democratas” e “humanistas”? Que pensam quando se deparam com as denúncias dos inúmeros abusos cometidos pelos fascistas que estão hoje à cabeça das Forças Armadas Ucranianas? 

Talvez muitos prefiram simplesmente fechar os olhos. Isso não os torna menos cúmplices do verdadeiro genocídio posto em marcha em 2014. 


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.