Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Contra o golpe

Eleição de Lula é o resultado de anos de mobilização popular

Grande movimento contra os golpistas culmina na vitória eleitoral de Lula


No último domingo (30), o operário metalúrgico, Lula, voltou à presidência do país. Foi uma disputa bastante acirrada, no entanto o ex-presidente bateu todos os recordes de votos para um candidato à presidência no Brasil. Com mais de 60 milhões de votos – 60.345.999 – o povo brasileiro comemorou em todo canto a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva.

Não é para menos, foram mais de 6 anos de luta e muita guerra contra a burguesia que golpeou o Partido dos Trabalhadores em 2016. Dilma Rousseff sofreu um golpe de Estado orquestrado diretamente pela burguesia nacional e pelo imperialismo principalmente o norte-americano. Ali começa todo o empenho da esquerda mais aguerrida e combativa do país nas mobilizações contra o golpe. Foram dezenas de manifestações, milhares de denúncias diárias contra o que ainda estamos vivendo que é um regime golpista. Montaram-se assim os Comitês de Luta Contra o Golpe.

Essa manobra golpista da burguesia contra o povo brasileiro custou milhões de empregos, destruição de boa parte da indústria do Brasil, atacou a soberania do país, cortou dezenas de direitos dos trabalhadores, jogou uma gigantesca parte da população na fome e na miséria, enfim, colocou a nação de joelhos, e por pouco não levou ao colapso tudo o que é publico e gratuito. A operação é clara, deixar o país refém do imperialismo e do capital internacional. Houve também, muitas manifestações contra o golpista-mór, Michel Temer.

Como foi previsível para o Partido da Causa Operária, a burguesia não daria um golpe de Estado para na sequência deixar o PT voltar ao poder com a candidatura de Lula. Era preciso prendê-lo, retirá-lo do pleito, o candidato favorito do povo brasileiro não poderia concorrer às eleições em 2018. Mais uma vez a esquerda ─ ou melhor, a base, pois houve muita sabotagem das direções ─ se mobilizou para barrar a segunda parte do golpe que era a prisão do ex-presidente. Organizados, a militância tentou resistir à farsa que o mandato de prisão do ex-presidente. O PCO, inclusive, foi processado por colocar em prática a palavra de ordem de “cercar, cercar e não deixar prender”, quando Lula se encontrava no sindicato dos metalúrgicos do ABC em São Paulo após a decisão do juiz Sérgio Moro de prendê-lo.

Ao longo dos 580 dias de prisão do ex-presidente em Curitiba, capital do Paraná, na sede da Polícia Federal, foram 4 atos pela liberdade de Lula organizados e chamados pelo PCO. A cada nova mobilização na frente da PF, aumentava significativamente o número de militantes de todos os estados do Brasil presentes na luta por Lula livre. Às vésperas dos partidos colocarem os nomes para as candidaturas nas eleições de 2018, aconteceu em Brasília uma grande manifestação em frente ao TSE para garantirmos justamente que Lula fosse o candidato pelo PT. Naquele momento a palavra de ordem do PCO era “sem Lula, é fraude”.

Antes mesmo do processo eleitoral de 2018, já estava na boca do povo o “Fora Bolsonaro”. Setores da esquerda que conseguiam fazer a análise de que a burguesia não largaria o osso do golpe de Estado de 2016 (ou seja, o PCO a alguns companheiros do PT), se colocaram à frente das manifestações pelo fim do governo ilegítimo, produto de uma fraude. Foram centenas de mobilações por Fora Bolsonaro em todo país. O fato curioso dessas mobilizações é que o único partido com presença institucional nos atos e que puxava o fim do governo e Lula presidente por um governo dos trabalhadores foi o PCO.

Nos últimos dias da campanha presidencial, o que vimos foi o crescimento gigantesco de uma onda vermelha, popular e de rua por Lula presidente. Era óbvio que a campanha da esquerda estava tomando rumos muito ruins e desmobilizadores no primeiro turno. Lula, percebendo o perigo, chamou a povo a ir às ruas, sendo o candidato mais popular do Brasil ele saiu do “cercadinho” e literalmente fez o povo colocá-lo em seus braços. As manifestações tomaram outra cara e se ampliaram de forma vertiginosa.

É importante deixar claro que a vitória de Lula nas eleições é uma vitória dessas mobilizações, dos atos de rua, da classe operária, da mobilização popular. O candidato junto ao povo driblou todo o esquema da direita golpista que manipula e manobra o processo eleitoral no Brasil. E assim deve ser daqui em diante, somente o povo nas ruas, mobilizado, organizado, será capaz de barrar qualquer tentativa golpista contra o presidente eleito do Brasil.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.