Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Ataque aos fundos de pensão

Direção da CEF pretende dar mais um golpe na Funcef

A direção da Caixa Econômica Federal está preparando mais um golpe na Funcef, um patrimônio construído pelos trabalhadores da Caixa


Os representantes eleitos da Fundação dos Economiários Federais (Funcef), ou seja, do fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal, denunciam que a direção golpista da Caixa, que detém o controle do fundo através dos seus três representantes, do total de cinco, sendo que os outros dois são representantes eleitos pela categoria, pretende reduzir a representatividade dos bancários da Caixa na Funcef.

“Segundo os representantes dos participantes, é possível aos indicados a utilização da vantagem temporária, superveniente do Estatuto, como método desequilibrado para o tratamento de questões sensíveis, sem considerar o ponto dos participantes.

De acordo com o diretor de Benefícios, Jair Pedro Ferreira, entre as ameaças colocadas está a retirada de atribuições e áreas dos participantes na gestão da Fundação. ‘Isso se dá através da modificação das estruturas organizacionais e de cláusulas previdenciárias para retê-las sob controle único e centralizado, podendo torná-las prejudiciais aos participantes e favorável à agenda da patrocinadora’”. (site Contraf/Cut 01/11/2022) Esta medida do governo neoliberal de Jair Bolsonaro, é mais uma demonstração do gigantesco interesse, por parte dos banqueiros nacionais e internacionais, em colocar as mãos nos fundos de pensão das estatais brasileiras, que constituem um patrimônio em torno de R$ 1,2 trilhão, e que são alvos da cobiça dos especuladores financeiros.

O Fundo de Pensão dos Trabalhadores da Caixa é o terceiro maior fundo de pensão do Brasil e um dos maiores da América Latina, com um patrimônio ativo total superior a R$ 65,8 bilhões e mais de 134 mil participantes.

Um dos pontos principais do projeto dos golpistas para por as mãos nos fundos de pensões das estatais é justamente introduzir mudanças na escolha dos dirigentes onde o sistema permitisse que a experiência como dirigente sindical contasse tanto quanto a de ter sido executivo em uma empresa. De fato, o que está por trás de tal proposta, é mudar o modelo de gestão dos fundos de pensões e acabar com diretorias, terceirizar a gestão dos investimentos e transferir várias atribuições de diretores eleitos pelos funcionários para os diretores indicados pela direção das empresas, com isso reduz o poder dos associados para aumentar dos patrões. É uma clara política de entrega completa do controle do fundo construído pelos trabalhadores para os abutres.

É preciso reagir, a mais essa investida da direita golpista nas ruas. As direções sindicais devem organizar, imediatamente, uma gigantesca mobilização dos trabalhadores da Caixa, conjuntamente com os demais trabalhadores das estatais, contra a política de rapina da direita reacionária ao patrimônio dos trabalhadores.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.