Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Adiós Argentina

Argentinos reconhecem superioridade dos clubes brasileiros

Repórter argentino assume a superioridade do futebol brasileiro e joga a toalha: "O nível caiu em comparação com o Brasil"


No último sábado (29), a copa libertadores da américa, maior torneio do continente sul-americano, foi decidida novamente por brasileiros. O Flamengo venceu o Atlético-PR por 1 a 0 no Equador. Em 2020, o Palmeiras venceu o Santos e em 2021 foi a vez do Palmeiras derrotar o Flamengo. Já são 3 finais seguidas de clubes brasileiros. É a primeira vez na história da competição que isso acontece para os times brasileiros, o que mostra a superioridade nítida de nosso futebol em relação aos nossos “hermanos”.

O que mais intriga é que, em entrevista para o site da TV Cultura, o jornalista argentino Franco Menna contou como os clubes da Argentina veem o domínio brasileiro:

“O futebol brasileiro começou a dominar muito mais após a final entre Boca Juniors e River Plate em 2018, isso tem a ver além do poder que o Brasil sempre teve, com as diferenças econômicas entre um país e outro, que aumentou nos últimos anos.”

O Jornalista argentino coloca a culpa na crise econômica que afeta a Argentina e assume a superioridade do futebol brasileiro:

“O nível caiu em comparação com o Brasil, mas em relação aos demais países da América do Sul ainda somos superiores, apesar de muitos jogadores saírem em todas as janelas de transferências.”

O que de fato ocorre é que o futebol brasileiro sempre foi um futebol superior ao da Argentina. Vê-se o fato das copas. Também demorou muitos anos para que os times brasileiros dessem a devida importância para a taça libertadores. A questão econômica até pode ter um peso, mas se fosse assim, os times sul-americanos jamais conseguiriam conquistar taças em cima dos Europeus, como já aconteceu diversas vezes com o Brasil. Outra desculpa que o jornalista argentino dá é que, na Argentina, muito cedo os jogadores vão para a Europa. Pois aqui acontece o mesmo, e diríamos que é até pior.  

No final da entrevista, o jornalista assume a superioridade:

“Atualmente não há estratégia para que isso mude nos próximos anos, simplesmente que os clubes mais poderosos como Boca e River possam se armar bem e desenvolver uma ideia de jogo que lhes permita lutar nesse nível.”

O fato é: os grandes rivais agora não são tão rivais. O futebol brasileiro se coloca como o líder no continente e se posiciona firmemente para disputar com os grandes da Europa em relação aos times. Em relação à seleção canarinho, os números não mentem. É a melhor seleção de futebol da história da humanidade.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.