Por quê estou vendo anúncios no DCO?

Culpa da direita

Após privatização, Eletrobras demitirá mais de 2 mil empregados

É preciso que o novo governo Lula reestatize a Eletrobras e todas as empresas privatizadas para recuperar os empregos dos trabalhadores


Poucos meses após ser entregue aos capitalistas e agentes estrangeiros, a Eletrobrás lança um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para enxugar ainda mais o seu quadro de trabalhadores. Ao custo de 1 bilhão de reais, a medida procura desligar cerca de 2,3 mil trabalhadores que estejam aposentados ou perto de se aposentarem. Justamente os trabalhadores mais experientes dessa empresa construída com o dinheiro público.

Esse é um roteiro bastante previsível para as empresas criminosamente privatizadas pela direita. Os políticos de estimação da burguesia sucateiam, vendem as empresas abaixo do seus valor e os capitalistas terminam de destruí-las enquanto absorvem despudoradamente a riqueza produzida pelos brasileiros. Como grande parte dos PDVs, o prazo para os trabalhadores decidirem é obscenamente curto, o que faz alguns aderirem sem o mínimo de planejamento e passarem o resto de suas vidas lamentando sua decisão sob coação. Sem contar o assédio e ameaças para convencer outros a abandonar seus empregos.

Fato é que Bolsonaro foi mais um presidente entreguista da direita. Enquanto se escondia na fantasia de patriota, com bandeira, hino e anticomunismo, o presidente eleito na farsa de 2018 foi essencialmente mais um governo lesa pátria. E nesse ponto, apesar de toda a pressão, Lula não pode cumprir esse papel, pois sua força política depende de ampla base popular.

Eleito em meio a crises tanto em nível nacional quanto internacional, Lula precisará se apoiar nessa base para impor uma política nacionalista. Uma frente de batalha importantíssima no sentido de derrotar o golpe de 2016 é revogar não apenas a privatização da Eletrobras, mas todas as privatizações do golpe. É delimitar na prática o que é um governo nacionalista e mostrar para os trabalhadores o quanto isso os favorece concretamente.

A história do amor vencendo o ódio precisa ser trocada por uma luta em defesa dos interesses materiais dos trabalhadores. Surfando em décadas de campanha antipetista na imprensa burguesa, a extrema-direita conseguiu iludir setores populares ao manter a discussão política em torno de pautas morais e simbólicas. Nada melhor para a esquerda do que trazer a disputa para pautas concretas, materiais. A direita está entregando o setor de energia para os gringos enquanto reduz postos de trabalho e direitos trabalhistas.

Precisamos ao mesmo tempo defender o governo Lula contra os ataques da direita e também pressioná-lo para que os trabalhadores influam na sua política. Nesse sentido, o apoio firme e prático do PCO na campanha para eleger Lula já trouxe desde o início a palavra de ordem “Lula Presidente, por um governo dos trabalhadores”. Estamos entrando um outra etapa da mesma luta.


COTV

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.