Por quê estou vendo anúncios no DCO?

O adeus a Bibi Ferreira, vencedora dos principais prêmios do teatro nacional

A atriz e cantora Bibi Ferreira, diva dos musicais brasileiros, morreu na última quarta-feira (dia 13), aos 96 anos, no Rio. Também apresentadora, diretora e compositora, foi um dos maiores fenômenos artísticos do País.

Abigail Izquierdo Ferreira nasceu em 1º de julho de 1922. Filha de um dos maiores nomes das artes cênicas do Brasil, o ator Procópio Ferreira (1889-1979), e da bailarina espanhola Aída Izquierdo. Bibi – apelido que ganhou ainda na infância – estreou nos palcos com pouco mais de 20 dias de vida. Em cena, ela apareceu no colo da madrinha, Abigail Maia, em encenação de “Manhãs de sol”, de Oduvaldo Vianna (1892-1972).

“Não consigo lembrar de mim fora de um teatro”. É assim que Bibi Ferreira, 77 anos como atriz, cantora, diretora e produtora, se descrevia. A trajetória pessoal e profissional dessa estrela brasileira só poderia ser contada e celebrada levando para o palco o próprio palco, das companhias de comédia, do teatro de revista, dos grandes musicais e do teatro engajado em que

Bibi Ferreira no show “Bibi – Histórias e Canções”, com direção cênica de João Falcão e regência musical de Flávio Mendes.

ela atuou.

Em 2018 estreou “Bibi, uma Vida em Musical”, uma das tantas homenagens à grande artista.

Bibi se tornou uma das primeiras mulheres a dirigir uma peça teatral no Brasil. Nessa época, os homens dominavam completamente essa função. Nesse papel, Bibi sempre surpreendeu e, em 1952, ela recebeu o prêmio de melhor direção pela peça “A Herdeira” pela Associação de Críticos do Rio de Janeiro.

Em 1970, interpretou Joana em “Gota D’Água”, do artista Chico Buarque e em 1983 fez história ao encarnar a famosa cantora Edith Piaf (1915 – 1963) – “Bibi canta Piaf”.. Os prêmios vieram aos montes por esse último papel, como o Molière e o da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).

Já na virada do século ela fez Amália, em “Bibi vive Amália”. Um trabalho que também marcou a sua longeva carreira, que perdurou nos anos seguintes, mesmo que com pequenas participações.

 

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.