Denúncia

Prefeitura de São Paulo tenta proibir carnaval do PCO

Segundo o partido trotskista, apesar da truculência dos agentes da prefeitura tucana, a atividade está mantida

Neste sábado (10), agentes da Fiscalização da Prefeitura de São Paulo, escoltados por soldados da Guarda Civil Metropolitana (GCM), proibiu o evento de carnaval do Partido da Causa Operária (PCO) no Centro Cultural Benjamin Péret (CCBP), na República.

Agentes dos órgãos municipais roubaram todas as mesas e cadeiras que estavam dispostas em frente ao local. Além disso, confiscaram alimentos e bebidas dentro do trailer utilizado como um food truck.

Um agente da prefeitura de Ricardo Nunes (MDB), ao ser questionado pela equipe do DCO, se recusou a apresentar identificação e, ao perceber que estava sendo filmado, ameaçou rebocar o veículo do Bar Jacobinos. Veja:

“É uma ação completamente antidemocrática que serve para reprimir a nossa festa”, afirmou João Vitor Dauzaker, membro da Direção Nacional do PCO, ao Diário Causa Operária (DCO). “Eles sabem que o PCO utiliza esse espaço para suas atividades, querem reprimir o nosso bloco por ser um bloco de esquerda, um bloco que denuncia justamente esse tipo de operação truculenta”, disse.

Dauzaker também explicou que, a poucos metros do CCBP, ocorrerá o bloco de carnaval da Daniela Mercury. Nesse sentido, o confisco feito pelos agentes serve para garantir o monopólio do carnaval, garantir o domínio de venda de alimentos, bebidas etc.

Confira vídeos exclusivos do momento em que os agentes da prefeitura proibiram a atividade do PCO:

Segundo o partido trotskista, apesar da truculência dos agentes da prefeitura tucana, a atividade de carnaval está mantida. Nesse sentido, o PCO convida todos os leitores deste Diário a participarem das atividades de hoje no Centro Cultura Benjamin Péret (CCBP) na República, na Rua Conselheiro Crispiniano nº 73, perto do Theatro Municipal. Para mais informações, acesse o artigo abaixo:

Hoje: venha ao carnaval do PCO no Centro Cultural Benjamin Péret

A redação do DCO entrou em contato com a prefeitura de São Paulo exigindo um esclarecimento acerca da ação da fiscalização contra o carnaval do PCO. Com a palavra, a prefeitura:

A Subprefeitura Sé informa que a interdição das atividades de um Food Truck no Centro Cultural Benjamin Péret (CCBP), está dentro dos cumprimentos das exigências legais, pois o local não possuía o Termo de Permissão de Uso (TPU) válido para operar com mesas e cadeiras fixas em locais públicos, conforme regulamentação municipal, como também não possuía autorização para venda das bebidas que foram apreendidas.

Vale ressaltar que o responsável pelo estabelecimento colaborou prontamente com a fiscalização retirando todos os equipamentos irregulares. A aplicação das normas visa garantir, principalmente, a ordem urbana.

Gostou do artigo? Faça uma doação!

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.